domingo, 30 de abril de 2017

GUERRA SOMBRA E ÁGUA FRESCA ( Seridado )

Hogan's Heroes (br.: Guerra, sombra e água fresca) é uma série de TV dos Estados Unidos da América, exibida originalmente entre 17 de setembro de 1965 e 4 de julho de 1971 na rede CBS, com 168 episódios. Produzida por Bing Crosby, a série satirizava a II Guerra Mundial, mostrando espertos prisioneiros de guerra aliados que enganavam de todas as formas seus captores nazistas. Já foi exibida pela Rede 21 no Brasil. Anteriormente (década de 70) foi exibida na TV Bandeirantes.

Dentro de um campo de prisioneiros nazistas, oficiais aliados mantêm uma grande base de operações, dando apoio a combatentes e cumprindo arriscadas missões de sabotagem e espionagem por trás das linhas inimigas. Usam uma grande rede de túneis (inspirada no filme The Great Escape) e contatam o comando aliado através do rádio.


O comandante do campo nazista é o incompetente Coronel Klink, o qual os prisioneiros ajudam a manter-se no cargo evitando registro de fugas. Além de Klink existe ainda o obeso sargento Schultz, que sabe ou desconfia das operações dos prisioneiros, mas que nada conta em função de todo tipo de suborno, chantagem ou enganação. Os alemães temem serem mandados para a "Frente Russa" (Eastern Front), terror que frequentemente os prisioneiros usam para conseguir seus objetivos.
O líder e mentor intelectual do grupo de prisioneiros é o Coronel Hogan.

domingo, 23 de abril de 2017

NAZARETH

Nazareth é uma banda de rock escocesa. Formada na cidade de Dunfermline, nos anos 1960 pelo vocalista Dan McCafferty, o guitarrista Manny Charlton, o baixista Pete Agnew e o baterista Darrell Sweet, a banda teve vários sucessos, entre eles a composição de Felice Bryant e Boudleaux Bryant, "Love Hurts", nos anos 1970. No dia 30 de Agosto de 2013, o vocalista Dan McCafferty descobre que sofre de uma doença pulmonar obstrutiva crônica e então decide se aposentar da carreira artística. No dia 24 de Fevereiro de 2014, é anunciado o novo vocalista da banda, Linton Osborne. Após um ano de atividade, em 13 de Fevereiro de 2015, a banda anuncia Carl Sentance, anteriormente do Persian Risk, Geezer Butler Band e Krokus, como seu novo vocalista.
As origens do Nazareth remontam a 1961, ano em que Pete Agnew fundou o "The Shadettes". A primeira formação deste grupo foi: Pete Agnew (guitarra e vocal), Brian 'Pye' Brady (guitarra), Alfie Murray (guitarra), Alan Fraser (bateria) e Bobby Spence (baixo).

O grupo ganhou consistência, nos anos de 1964 e 1965, com a chegada de Darrel Sweet e Dan McCafferty. Em 1968, dois acontecimentos muito importantes na história da banda: o ingresso do lendário guitarrista Manny Charlton e a mudança do nome para Nazareth.
Até então o grupo limitava-se a fazer covers; porém, com Manny integrado ao grupo, os escoceses passaram a compor material próprio.
Após a mudança para Londres, lançaram seu primeiro disco, chamado Nazareth, em 1971. Em 1972 chamaram a atenção no mundo da música com o seu segundo álbum - Exercises -, o trabalho mais leve já realizado pela banda.
Em 1973, a banda procurava por um produtor para seu próximo álbum, que haveria de ter um som bem mais pesado que o anterior. A escolha não poderia ter sido melhor: Roger Glover. Segundo Dan McCafferty, "Roger Glover acabou envolvendo-se naquele álbum, pois o Nazareth estava abrindo para o Deep Purple na parte inglesa da turnê. Estávamos procurando um produtor, e então tocamos nossas Demos para o Roger, que obviamente já havia nos visto ao vivo. Ele gostou do material e fomos para o estúdio. Tudo foi muito simples, pois todos sabíamos o que queríamos dentro da banda, e o Roger, por estar em turnê conosco, também sabia. Gravamos tudo em duas semanas, e tínhamos que fazer duas músicas por dia (risos). Teve que ser um trabalho bem objetivo!" (trecho de entrevista publicada na revista Roadie Crew, edição n° 76 - maio/2005 - com reportagem de Claudio Vicentim e fotos de Ricardo Zupa). Assim, surgiu Razamanaz, que lançou o Nazareth ao estrelato e culminou com duas músicas qualificadas entre as dez mais tocadas no Reino Unido - "Broken Down Angel" e "Bad Bad Boy".
 Os dois álbuns que se seguiram, Loud 'N' Proud e Rampant, também foram produzidos por Glover, mas o sucesso foi um pouco menor.
O mais famoso álbum do Nazareth, Hair of the Dog, foi produzido pela própria banda e surgiu em 1975, sendo um marco para o Rock dos anos 70. Sua interpretação da música dos Everly Brothers "Love Hurts" resultou em disco de platina nos Estados Unidos e teve sucesso similar no Reino Unido. A este se seguiram uma série de álbuns que estão no Top 100 do Billboard 200.
Em 1978, o guitarrista Zal Cleminson (Sensational Alex Harvey Band) juntou-se ao grupo, gravando apenas dois álbuns com o Nazareth. Zal, todavia, deixou sua marca: seu dueto com Manny Charlton no álbum No Mean City é até hoje lembrado como um dos melhores trabalhos com guitarras já realizados em estúdio. Zal foi substituído por Billy Rankin, na época com apenas 19 anos.
Nos anos 80, o sucesso da banda já não era mais o mesmo, mas eles continuaram na estrada, procurando novos caminhos para o grupo. Em 1981 gravaram o festejado "Snaz", álbum originado de um show realizado pelos escoceses em Vancouver, Canadá, no dia 13 de maio daquele ano.

O álbum "2XS", de 1982, trouxe as faixas "Love Leads To Madness" e "Dream On", que marcaram o retorno do Nazareth às rádios do mundo inteiro. A primeira delas, inclusive, foi um grande sucesso da trilha sonora da novela global "Sol de Verão". Porém, nos dois álbuns seguintes (Sound Elixir e The Catch), a banda recebeu fortes críticas, sendo acusada de deixar um pouco de lado o rock and roll e se dedicar a um som mais pop. A balada "Where Are You Now?" foi o único hit deste período conturbado. Billy saiu da banda em 1983 e o Nazareth voltou, assim, ao seu quarteto original.
O álbum Cinema (1986) trouxe de volta ao repertório da banda o seu rock competente, mas isso não foi suficiente para resgatar o grande sucesso dos anos 70.
Em 1990 foi a vez de Manny Charlton deixar a banda, para dedicar-se à carreira de produtor. Com isto, Billy Rankin foi chamado novamente, desta vez com a difícil tarefa de substituir um mito. Muitos pensaram que a saída de Manny colocaria um ponto final na carreira do Nazareth, mas o amor ao rock levou os escoceses a continuarem na estrada. Billy, por sua vez, mostrou-se à altura do cargo. No ano de 1992, o álbum No Jive foi muito bem recebido e devolveu ao Nazareth parte do prestígio que havia sido abalado nos anos 80. Em dezembro de 1994, Billy deixou o Nazareth pela segunda vez e Jimmy Murrison foi escolhido como substituto.
Em 1995, a banda teve o ingresso, como tecladista, do experiente músico Ronnie Leahy. No ano de 1998 surge o álbum Boogaloo, pouco divulgado, mas certamente um dos melhores álbuns já lançados pela banda.
Em 30 de abril de 1999 ocorre o inesperado: o baterista Darrel Sweet falece, vítima de um fulminante ataque cardíaco, minutos antes de um show que a banda realizaria nos Estados Unidos, na primeira parte da turnê de divulgação deste novo trabalho. Após uma pequena pausa de alguns meses para absorver o duro golpe pela morte do amigo, os veteranos escoceses encontraram forças para voltar à estrada. Pete chamou seu filho Lee Agnew, que era roadie da bateria de Darrel, para substituí-lo: o Nazareth estava de volta para continuar a turnê do álbum Boogaloo.
Em 2002 lançaram seu primeiro DVD gravado ao vivo - Homecoming - onde os talentosos músicos da banda mostram que continuam em plena forma.
 Em 2003, Ronnie resolve sair do grupo e o Nazareth volta a ter o line-up tradicional: vocal, guitarra, baixo e bateria.
Os DVD's From The Beginning e Live From Classic T Stage foram lançados no ano de 2005 e retratam dois momentos distintos da carreira da banda: o primeiro traz várias passagens dos anos 70 e o segundo foi gravado no mesmo ano de seu lançamento, em Londres.
Em 4 de agosto de 2006, mais um duro golpe para os escoceses: faleceu o americano John Locke, ex-tecladista da banda, aos 62 anos, vítima de câncer.
O Nazareth é hoje considerado uma das bandas mais influentes no cenário do rock, sobretudo entre aquelas que ainda continuam em atividade. Seu rock vitorioso persiste, apesar das muitas dificuldades encontradas pelo caminho. A trajetória de sucesso destes escoceses tem sido atualmente considerada um ótimo exemplo para os músicos que estão em início de carreira, bem como para aqueles que sentem-se desestimulados após alguns fracassos na busca do sucesso. O motivo é que os veteranos Dan McCafferty e Pete Agnew jamais desanimaram diante das adversidades encontradas, enfrentando-as sempre com muita garra e amor ao trabalho que exercem.


domingo, 16 de abril de 2017

THE KINGSMEN

The Kingsmen é uma banda de rock de 1960 / beat / garage de Portland , Oregon , Estados Unidos . Eles são mais conhecidos por sua gravação de 1963 de Richard Berry " Louie Louie ", que ocupou o n º 2 na Billboard cartas por seis semanas. O single tornou-se um clássico duradouro.

Em 1959, Lynn Easton convidou Jack Ely para tocar com ele em um show em Portland Hotel, com Ely cantando e tocando guitarra e Easton na bateria . Os dois adolescentes cresceram juntos, como seus pais eram amigos próximos. Easton e Ely tocando em festas de clube de iate,  logo acrescentaram  Mike Mitchell na guitarra e Bob Nordby no baixo para completar a banda. Chamaram-se The Kingsmen, tomando o nome de um grupo recentemente dissolvido.  Os Kingsmen começaram sua carreira coletiva tocando em desfiles de moda, eventos da Cruz Vermelha , e promoções de supermercado, geralmente evitando canções de rock em seu setlist.
Em 1962, enquanto tocava em um show no Pypo Club em Seaside, Oregon , então gerenciado por Al Dardis, a banda notou Rockin 'Robin Roberts versão de " Louie Louie " sendo tocada na jukebox por horas a fio. O clube inteiro levantava-se e dançava.  Ely convenceu os Kingsmen a aprenderem a canção, que tocaram em bailes com grande multidão.  Desconhecido para ele, ele mudou a batida porque ele ouviu mal em uma jukebox.  Ken Chase, anfitrião da estação de rádio KISN , formou seu próprio clube para capitalizar sobre essas manias de dança.  Apelidado de "Chase", o Kingsmen tornou-se a banda da casa do clube e Ken Chase tornou-se gerente da banda. Em 5 de abril de 1963, Chase reservou à banda uma sessão de uma hora no estúdio local da Northwestern Inc. para o dia seguinte. A banda tinha acabado de tocar uma maratona Louie Louie de 90 minutos.

Apesar do aborrecimento da banda por ter tão pouco tempo para se preparar, no dia 6 de abril, às 10h, os Kingsmen entraram no estúdio de gravação de três microfones. Para soar como uma performance ao vivo, Ely foi forçada a inclinar-se para trás e cantar para um microfone suspenso do teto. "Era mais gritante do que cantar", disse Ely, "porque eu estava tentando ouvir todos os instrumentos." Os Kingsmen não estavam orgulhosos da versão, mas seu gerente gostou da crueza de sua capa.  O B-side foi "Haunted Castle", composto por Ely e Don Gallucci , o novo tecladista. No entanto, Lynn Easton foi creditado em ambos os Jerden e Wand libera. A sessão inteira custou US $ 50, ea banda dividiu o custo.
"Louie Louie" foi mantido do primeiro lugar nas paradas no final de 1963 e início de 1964 pela Singing Nun e Bobby Vinton , que monopolizou o n º 1 slot por quatro semanas cada. O single de Kingsmen alcançou o No. 1 no Cashbox eo No. 2 no Billboard Hot 100 . Adicionalmente no Reino Unido alcançou No. 26 no gráfico do varejista do registro . Ele vendeu mais de um milhão de cópias, e foi premiado com um disco de ouro .

A banda atraiu a atenção nacional quando "Louie Louie" foi proibido pelo governador de Indiana , Matthew E. Welsh , também atraindo a atenção do FBI por causa de supostas letras indecentes em sua versão da canção. As letras eram, de fato, inocentes, mas a decepcionante enunciação de Ely permitia aos fãs adolescentes e aos pais preocupados imaginar as obscenidades mais escandalosas .

Toda essa atenção só fez a música mais popular. Em abril de 1966 "Louie Louie" foi reeditado e mais uma vez atingiu as paradas de música, alcançando o número 65 na tabela Cashbox e o número 97 no Billboard Hot 100 . Ao longo dos anos, a versão Kingsmen de "Louie Louie" foi reconhecida por organizações e publicações em todo o mundo por sua influência na história do rock and roll .

domingo, 9 de abril de 2017

THE DAVE CLARK FIVE


The Dave Clark Five foi uma banda de pop rock britânica dos anos 60 e uma das poucas capazes de representar uma potencial ameaça ao sucesso comercial dos Beatles, o principal grupo da época.
O grupo se formou no início da década de 60 no norte de Londres. O grupo consistia de Dave Clark (bateria), Mike Smith (vocais e teclado), Lenny Davidson (guitarra), Rick Huxley (baixo) e Denis Payton (saxofone, gaita e guitarra).
Seu primeiro sucesso foi em janeiro de 1964, quando a música "Glad All Over" atinge o #1 nas paradas britânicas. O sucesso continuou com "Because", "Bits and Pieces", "Over and Over" (#1 nos Estados Unidos) e, além disso, apareceram 18 vezes no The Ed Sullivan Show.
Depois de um sucesso incrível alcançado depois de uma participação no filme Catch Us If You Can, de 1965 e um especial de TV de 1967, e dos sucessos com as músicas "Ninetten Days" e "You Got What It Takes" a banda começou seu declínio devido à recusa de abraçar a nova moda psicodélica dos hippies.


Todavia tentaram ao final da década seguir o gosto do público, como mostra a canção "Everybody Get Together", cujo vídeo é parecido com "All You Need is Love" dos Beatles. Embora tenham tido êxito com a música, o grupo já havia caído muito e não conseguiu sobreviver por muito tempo. Em 1970 eles se separaram.
Depois do fim da banda Clark montou uma companhia de mídia, comprando os direitos do lendário programa pop dos anos 60 "Ready, Steady, Go!". Clark fez com que a série fosse reeditada para que cada episódio apresentasse uma performance da Dave Clark Five.
ncomum para um grupo dessa (ou de qualquer) época, o líder era o baterista Dave Clark, que tocava e cantava com sua bateria posicionada no centro, relegando os guitarristas e o teclado a um canto do palco.
Considerado um dos maiores sucessos do grupo, a canção "Anyway You Want It" foi regravada pelos grupos Kiss (no álbum Alive II) e Ramones (no disco Greatest Hits Live).

Denis Payton, o saxofonista, morreu de cancro nas vésperas do Natal de 2006. E Mike Smith ficou paralítico após sofrer um acidente caseiro.




domingo, 2 de abril de 2017

BOBBY FULLER FOUR


The Bobby Fuller Four foi uma banda estadunidense de rock and roll e surf music nativa de El Paso, Texas. Eles lançaram dois álbuns de estúdio, KRLA King of the Wheels (1965) e I Fought the Law (1966); este último o nome de sua canção de maior sucesso, uma cover do The Crickets, posteriormente regravada pelo The Clash, que atingiu a posição #9 na parada Hot 100 da Billboard em 12 de março de 1966. Outras duas canções de grande apelo foram "Let Her Dance" e "Love's Made A Fool of You", que atingiu #26 em 14 de maio. Seu líder, Bobby Fuller, apareceu em Hollywood, Los Angeles, em 18 de julho do mesmo ano, morto em um automóvel estacionado. Eles tentaram um retorno com o irmão de Bobby, Randy Fuller, sob o nome The Randy Fuller Four, mas este durou pouco tempo. De acordo com Richie Unterberger (Allmusic), "com sua reverência flagrante por Buddy Holly, o texano Bobby Fuller foi um pouco como uma anomalia em meados dos anos 60, soando como Holly poderia ter soado se sobrevivesse naquela década".

Bobby Fuller nasceu em Baytown, Texas, em 1942. Durante a década de 1960 ele formou uma banda em El Paso com o seu irmão Randy Fuller (baixo) e dois amigos, o baterista Larry Thompson e o guitarrista Billy Webb. Depois, eles foram substituídos por Dewayne Quirico na bateria e Jim Reese na guitarra. Este grupo tocou localmente por três anos, com Quirico eventualmente dando lugar a Dalton Powell, antes de se mudarem para Los Angeles. Bobby iniciara sua carreira editando diversos singles, alguns sob a denominação Bobby Fuller and the Fanatics e The Shindigs, entre novembro de 1961 (com "You're In Love") e dezembro de 1964 (com "Wolfman"). Algumas demos desta época, incluindo uma primeira versão de "I Fought the Law", foram gravadas enquanto Bobby estava fazendo sua própria engenharia de áudio e montando a gravadora independente Exeter.
Em Los Angeles, a gravadora Del-Fi Records, de Bob Keane (que era dono do selo Mustang Records), teve um interesse especial por Bobby e mudou o nome da banda para The Bobby Fuller Four. Em 1965 eles se tornaram os queridinhos dos conjuntos de clubes, realizando o seu rock'n'roll de alta potência, noite após noite, perante o público, e mesclando o rockabilly estilo Buddy Holly com a emergente batida da Invasão Britânica. O primeiro single da banda foi "Take My Word", de fevereiro. Seu próximo single, "Let Her Dance", de junho, se tornou um sucesso regional. Em novembro é lançado o álbum de estreia, KRLA King of the Wheels.


A banda seguiu com "Never to be Forgotten", lançada em setembro; mas foi o seu próximo lançamento em single que iria colocá-los em cima da parada, "I Fought the Law", que originalmente havia aparecido em um álbum dos Crickets e foi escrita pelo guitarrista do grupo, Sonny Curtis. Lançada no final de 1965, a versão de Bobby Fuller levou sua fama muito além da costa oeste. Em janeiro, o grupo dividia os gostos do público com os Beatles e os Rolling Stones através desta canção, culminando com a posição #9 na parada Hot 100 da Billboard, em 12 de março de 1966, um mês após o lançamento de seu segundo álbum, I Fought the Law, em fevereiro.

Embora Bobby Fuller e sua banda conseguissem um menor êxito com outra cover, "Love's Made A Fool of You", de Buddy Holly (que atingiu #26 na parada Hot 100 da Billboard em 14 de maio), a maioria do público americano permaneceu inconsciente do próprio talento de Fuller. Até então, suas composições tinham evoluído de emulações de seus ídolos dos anos 50 para melodias mais sofisticadas; no entanto, a Del-Fi não acreditava nas músicas de Fuller, então o próximo single do grupo foi "The Magic Touch" (uma música de Ted Daryll), lançado em junho, mesmo mês em que Fuller deixa o grupo devido a desavenças com seu produtor, Bob Keane.
 Um mês depois, em 18 de julho, o corpo de Bobby Fuller, com hematomas de espancamento, asfixiado e coberto por gasolina, foi encontrado no banco da frente de seu carro, estacionado na garagem de seu apartamento em Hollywood. A polícia considerou a sua morte um aparente suicídio, embora muitos ainda acreditem que tenha sido assassinado, com o envolvimento da máfia. Ele tinha 23 anos quando morreu e foi enterrado no Forest Lawn Memorial Park (em Hollywood Hills).
Em 1998 a Abril Music do Brasil lança em CD The Bobby Fuller Four, com seus dois álbuns de estúdio. Esta mesma coletânea fora lançada em 1990 pela Ace (no Reino Unido) e em 1994 pela Del-Fi Records (nos EUA).
O guitarrista Jim Reese morreu em 26 de outubro de 1991 em Lufkin, no Texas, de ataque do coração após uma partida de golfe.
Em 2014 a gravadora independente de Nova Iorque, Norton Records, lança a versão demo de "I Fought the Law", gravada originalmente por Fuller em El Paso e agora remasterizada, em um single 7" com a versão demo de "A New Shade of Blue" no Lado B.