domingo, 31 de julho de 2016

A FAMILIA ADDAMS (Seriado)

A Família Addams (em inglês: The Addams Family) é uma série de televisão americana exibida originalmente entre 1964 e 1966, com base em personagens criados por Charles Addams na década de 1930.
A Família Addams não é uma família típica: eles têm prazer na maioria das coisas que pessoas "normais" teriam medo. Aqueles que os visitam se desesperam ao ver os hábitos mórbidos e incomuns do clã. Gomez Addams é o chefe da família, um homem extremamente rico incapaz de negar algo à sua cadavérica esposa Morticia Frump Addams: seja o cultivo de plantas venenosas, ou um jantar à luz de velas em um cemitério. Wednesday Addams (Vandinha,no Brasil), filha do casal, é uma menina sádica e um tanto quanto sombria, que adora brincar com seu desmiolado irmão Pugsley Addams (Feioso,no Brasil), submetendo-o a vários tipos de tortura que ele adora.
Na mansão Addams ainda moram a vidente Grandmama Addams (Vovó Addams, no Brasil), mãe de Mortícia, e o tio especialista em explosivos Fester Addams (Tio Chico,no Brasil), tio de Morticia no seriado (no filme homônimo de 1991 ele é apresentado como irmão de Gomes Addams). Não se pode esquecer do mordomo Lurch (Tropeço,no Brasil) e sua espineta, que mais parece o monstro do Dr. Frankenstein e Thing T. Thing (Mãozinha, no Brasil), uma mão amiga desmembrada do corpo. O Cousin Itt (Primo Iti/Primo Coisa, no Brasil) também aparece frequentemente e, além de membro influente do governo, é literalmente uma montanha de cabelos.
Os principais "inimigos" dos Addams eram seus vizinhos da casa ao lado.
Em 1964, foi produzido um seriado sobre a Família Addams. O mesmo em 1998, com elenco variado. A série original possui 64 episódios em preto-e-branco, divididos em 2 temporadas. A refilmagem contou com um episódio a mais e, apesar de ter como base a original, foram incorporados elementos modernos, novas piadas e referências.

segunda-feira, 25 de julho de 2016

JOE COCKER

John Robert Cocker, OBE (Sheffield, 20 de maio de 1944 — Crawford, 22 de dezembro de 2014) foi um cantor britânico de rock, influenciado pela soul music no início da carreira .
Começou sua carreira musical em sua cidade natal na Inglaterra, aos quinze anos de idade. Com o nome artístico de Vance Arnold tocou com The Avengers, depois Big Blues (1963) e então a Grease Band (a partir de 1966). Em 1969 ele foi o astro convidado do programa The Ed Sullivan Show.

Seu primeiro grande sucesso foi a antológica canção "With a Little Help from My Friends", uma versão da música dos Beatles gravada com o guitarrista Jimmy Page. No mesmo ano ele apareceu no Festival de Woodstock, com um show consagrador, sobre o qual ele fala no livro Woodstock, do jornalista [Pete Fornatale] : "Tivemos uma reação emocionante quando tocamos With a Little Help from My Friends. Foi como um sentido maravilhoso de comunicação. Era o último número do show, eu lembro, mas senti que finalmente tínhamos nos comunicado com alguém".
Coker ainda conseguiu mais alguns hits com "She Came Through the Bathroom Window" (outra versão de uma música dos Beatles), "Cry Me a River" e "Feelin Alright". Em 1970 sua versão ao vivo do sucesso "The Letter" dos Box Tops, lançado na compilação Mad Dogs & Englishmen tornou-se sua primeira canção a entrar no Top Ten americano.
Nos shows Cocker exibia uma intensidade física incrível enquanto cantava, e sua presença no palco era frequentemente parodiada por John Belushi (houve até mesmo um dueto improvável quando Joe foi convidado especial do Saturday Night Live.)

No começo dos anos 70 ele teve problemas com drogas e álcool que acabaram atrapalhando sua carreira. Ele conseguiu, entretanto, se livrar e retornar nos anos 80, conseguindo grande sucesso até os anos 90 com as canções "Don't You Love Me Anymore", "Up Where We Belong", "You Are So Beautiful", "When The Night Comes", "You Can Leave Your Hat On" e "Unchain My Heart", tema da novela brasileira Sassaricando. É conhecido no Brasil por cantar o tema de abertura ("With a Little Help from My Friends") da série Anos Incríveis, exibido pela TV Cultura, TV Bandeirantes, Multishow e Rede 21, até voltar à TV Cultura. Em 2002 sua regravação da musica "Never Tear Us Apart" da banda australiana INXS foi tema de sucesso da novela Coração de Estudante.









Em 2007, fez uma participação especial em Across the Universe, longa-metragem musical de Julie Taymor, interpretando a música Come Together, dos Beatles.
Em 22 de dezembro de 2014, morreu aos 70 anos de idade, vítima de um câncer de pulmão em sua casa no Colorado.


domingo, 17 de julho de 2016

ORQUESTRA ROMÂNTICOS DE CUBA

A Orquestra Românticos de Cuba foi criada dentro do selo Musidisc por Nilo Sérgio, o dono da gravadora. Era uma orquestra composta por músicos experientes e tinha em seus quadros vários naipes de instrumentos.

  Entre os seus regentes podemos citar: Severino Araújo, Leo Peracchi, Radamés Gnatalli,carioca, Karl Faust, Ivan paulo,Waltel Bianco e Henrique Nuremberg. Seu primeiro LP data de 1959 e em 1979 aos 20 anos lançou um Lp chamado Orquestra Românticos de Cuba Interpreta Roberto carlos, portanto, no ocaso do regime militar. Alguns escrevem asneiras de que a orquestra e a gravadora foram perseguidas pela ditadura. Pura balela e falta de informação.  Românticos de Cuba que fez tanto sucesso que acabou se constituindo em uma febre nacional.


Meio mundo comprou seus discos, e como vivíamos uma consciência (que em muitos casos paira até hoje) de o que é bom tem que vir de fora, todo mundo achava que essa orquestra era cubana ou algo como uma orquestra formada nos Estados Unidos por músicos cubanos dissidentes...

Quase ninguém sabia, mas essa orquestra era brasileiríssima! Tiveram que usar esse “artifício” de um nome sugestivo internacionalizado, afinal, quem naquela época compraria discos de uma orquestra brasileira?

Em 1981 com o falecimento de Nilo Sérgio e por razões mercadológicas a orquestra deixou de gravar discos. Em seguida a Musidisc foi incoporada pela Som Livre e hoje em dia seus discos são lançados pela Radar Records.

domingo, 10 de julho de 2016

TRIO CRISTAL

O Trio Cristal, fundado pelo maestro, arranjador e compositor paraguaio Alberto Máximo Casanova, nasceu no Brasil por volta de 1955 no estado de São Paulo), constituindo sua formação original Tito Salinas, o próprio Alberto Casanova e Ángel Quintana.
Em breve tempo foram contratados por uma empresa fonográfica e gravaram seu primeiro disco, o LP "Os Mais Lindos Boleros" que, pela ótima qualidade interpretativa musical e vocal do trio, conquistou rapidamente o carinho, a simpatia e a admiração do público brasileiro.
Com este disco permaneceram um bom tempo nas paradas de sucesso, a ponto de serem comparados a nada mais nada menos que o famoso Trio Los Panchos, donde os sucessos foram transcendendo dia a dia, conseguindo vender milhões de discos, bem como se impor no mercado internacional.

Entre 1960 e 1963 Ángel Quintana gravou com o Trio Cristal três LPs, dentre eles "Los Más Lindos Boleros" e "Las Más Lindas Guaranias".
Cabe destacar que os integrantes desta primeira formação são todos paraguaios radicados no Brasil e pode-se notar também que, além da música romântica do bolero, foram autênticos embaixadores da música paraguaia.
Depois de tudo isto, por volta de fins de 1959 ou princípio de 1960, convidados por Alberto Máximo Casanova os músicos paraguaios Pedro Ramirez e seu companheiro de alma Enrique Casanova ( irmão de Alberto) seguiram para o Brasil, para integrar nova formação do Trio Cristal, onde tiveram oportunidade de gravar alguns discos de bolero e música paraguaia com Oslain Galvão, Walter Wanderley e Chucho Martínez Gil (grande compositor mexicano, irmão de Alfredo Gil , integrante do Trío los Panchos).

O Trio Cristal, em seu anseio de perdurar no tempo, se caracterizou pela constante inovação de sua capacidade musical e vocal, contratando de tempos em tempos os melhores músicos e intérpretes do gênero romântico para adaptação ao tempo e renovação de repertório.
As últimas gravações do Trío Cristal aconteceram em torno de 1980, incluindo alguns temas inéditos do maestro Alberto Máximo Casanova.
O genuíno Trio Cristal não trajava roupas típicas de nenhum país. Para Alberto, o registro do trio em seu nome não tem tanta importância, pois seu nome está mais que registrado no estilo, introduções e arranjos vocais presentes em todas as gravações históricas do Trio Cristal.

domingo, 3 de julho de 2016

BARBRA STREISAND

Barbara Joan Streisand, (Brooklyn, Nova Iorque, 24 de abril de 1942), conhecida como Barbra Streisand, é uma cantora, compositora, atriz, diretora e produtora cinematográfica norte-americana, judia, vencedora de 2 Oscar, tendo sido indicada a mais três estatuetas. Ela divide com Cher o diferencial de ter sido premiada com o Oscar de Melhor Atriz e também de ter um single número um no Hot 100 da Billboard. Ela ganhou dois Oscar , oito Grammy , quatro Prêmios Emmy , um prêmio Tony especial e um American Film Institute.

Ela é uma das artistas mais bem-sucedidas, tanto comercialmente como de crítica, na história do entretenimento norte americano, com mais de 71,5 milhões de álbuns vendidos nos Estados Unidos e 140 milhões de álbuns vendidos em todo o mundo . Streisand é uma das poucas estrelas do show business a conquistar prêmios em diversas áreas da arte - Oscar (cinema), Grammy (música), Tony (teatro) e Emmy (televisão). Ela foi também a primeira mulher a simultaneamente produzir, dirigir, escrever e atuar em um filme ("Yentl", de 1983).
Ela iniciou sua carreira em 1962 com a peça da Broadway "I Can get it For you Wholesale". Seu primeiro disco, "The Barbra Streisand Album", foi lançado em 1963 e a premiou com dois Prêmios Grammy. Barbra possui uma voz poderosa e imprime uma interpretação dramática às músicas que grava, especialmente nas baladas românticas. Ela fez duetos com artistas como Neil Diamond, Donna Summer, Frank Sinatra, Celine Dion, Bryan Adams, Burt Bacharach e Barry Gibb
A sua estréia no cinema foi em 1968, com o musical "Funny Girl", e sua atuação no mesmo lhe rendeu o Oscar de melhor atriz. Foi indicada também pelo filme "Nosso Amor de Ontem", em 1973. Também ganhou o Oscar de melhor canção original pelo filme "Nasce uma Estrela" em 1976. Em 1964, casou-se com o ator Elliot Gouldy com quem teve seu único filho, Jason, mas o divórcio veio logo depois que conquistou o Oscar de melhor atriz. Depois de vários romances, a atriz e cantora se casou em 1998 com o ator e diretor James Brolin.
Barbara Joan Streisand nasceu em 24 de abril de 1942, no Brooklyn, em Nova York, em uma família de judeus, filha de Emmanuel e Diana Streisand. Ela é a segunda de dois filhos por parte do pai Emmanuel, que era um professor de uma escola respeitada. Quinze meses após o nascimento de Streisand, Emmanuel morreu de uma hemorragia cerebral e a família quase vai a falência.


A primeira aparição de Streisand na televisão foi em The Tonight Show, apresentado por Jack Paar. Ela então começou a fazer sucesso na televisão e assim ganhou seu primeiro papel na Broadway, em uma pequena participação. Ela então decidiu lançar seu primeiro álbum, The Barbra Streisand Album, que ganhou dois Grammy Awards em 1963. Após seu sucesso com The Barbra Streisand Album, Streisand fez várias aparições no The Tonight Show em 1962 e 1963.
Streisand voltou à Broadway em 1964 com uma atuação aclamada como Fanny Brice em Funny Girl. Por causa do sucesso da peça, ela apareceu na capa da Time, e em 1968 ela apareceu na adaptação cinematográfica de Funny Girl que lhe deu o Oscar de melhor atriz.

Streisand gravou 34 álbuns de estúdio, quase todos com a Columbia Records, seus trabalhos no início da década de 1960, os seus trabalhos mais conhecidos são The Barbra Streisand Album , The Second Barbra Streisand Album , The Third Album e My Name Is Barbra. As discos de Streisand foram nomeados para mais de 57 prêmios Grammy, ela ganhou 15 desses, incluindo dois prêmios especiais.
Em abril de 1965 ela lançou seu quinto álbum de estúdio, My Name Is Barbra, o álbum foi certificado Ouro e alcançou a posição # 2 nas paradas dos Estados Unidos. Streisand ganhou dois prêmios Grammy e se estabeleceu como uma das maiores cantoras da decada de 60. Com o sucesso adquirido com My Name Is Barbra, ela lançou uma segunda parte intitulada My Name Is Barbra...,Two, outro grande sucesso.

Durante os anos 1970, ela também foi de grande sucesso nas paradas pop, com gravações Top 10 como The Way We Were (EUA Nº. 1), Evergreen (EUA Nº. 1), No More Tears (Enough Is Enough) (1979, com Donna Summer ), que até hoje é considerado o dueto de maior sucesso comercial, (EUA Nº. 1), You Don't Bring Me Flowers (com Neil Diamond ) (EUA Nº. 1) e The Main Event (EUA Nº. 3). Como o fim da década de 1970 , Streisand foi nomeada o artista mais bem sucedido nos EUA atrás somente de Elvis Presley e The Beatles.

A Star Is Born, que lhe rendeu o Óscar de Melhor Canção Original por Evergreen, foi todo produzido por Barbra Streisand e Kris Kristofferson, sendo bem-sucedido, alcançando o número um na Billboard 200 por 5 semanas e vendeu mais de 4 milhões de cópias nos Estados Unidos e mais de 14 milhões no mundo.
Em 1980, Barbra lança seu álbum de maior sucesso comercial: Guilty, tendo vendido até hoje mais de 20 milhões de cópias e foi produzido por Barry Gibb dos Bee Gees junto com a equipe de produção de Albhy Galuten e Karl Richardson.
A faixa-título, um dueto entre Streisand e Gibb, ganhou o Prêmio Grammy de Melhor Performance Pop por um Duo ou Grupo com Vocal em 1981, e foi o # 3 da Billboard Hot 100 hit. O primeiro single Woman in Love se tornou uma das canções de maior sucesso da carreira de Streisand. A música passou um total de três semanas na posição # 1 da parada da Billboard. Além desses dois hits, o álbum também trouxe mais dois outros sucessos: What Kind Of Fool, outro dueto entre Streisand e Gibb e Promises. Em 2005, Barry Gibb propos lançar uma sequência para este álbum, Guilty Pleasures. Não gerou tanto êxito como o álbum de 1980, mas possui músicas notáveis como Stranger In A Stranger Land e Above The Law, dueto entre ambos. Também em 2005 Barbra relançou o álbum remasterizado com novas entrevistas dela com Gibb, duas performances ao vivo de 1986 e uma galeria de fotos.

Ela já vendeu 71 milhões de álbuns, tornando-se a cantora que mais vendeu discos e cds nos EUA. Casou-se em 1964 com o ator Elliot Gould com quem teve seu único filho, Jason, mas o divórcio veio logo depois que conquistou o Oscar de melhor atriz. Depois de vários romances, a atriz e cantora se casou em 1998 com o ator e diretor James Brolin.