domingo, 19 de junho de 2016

RICARDO COCCIANTE

Riccardo Cocciante, também conhecido como Richard Cocciante em países de língua francesa (Saigon, 20 de fevereiro de 1946), é cantor, compositor e ator franco-italiano.
Riccardo Cocciante nasceu em Saigon (atual Ho Chi Minh), no Vietnã, em 1946, de pai italiano e mãe francesa.
As diferentes culturas e tradições assinalaram evidentemente a sua produção artística. Transferiu-se aos 11 anos para Roma. Logo mostrou grandes inclinações musicais que o levam já em 1970 a assinar um contrato com a RCA e em 1972 a criar o seu primeiro disco "Mu" que propõe aquele que será um grandíssimo sucesso "Bella senz'anima".

Os anos 70 foram muito fecundos em matéria de canções importantes como "Cervo a primavera", "Margherita", "Io canto" e "Celeste Nostalgia".
A sua popularidade bem cedo atravessou os confins italianos e se afirmou em toda a Europa e América do Sul onde "Bela sem alma" tornou-se famosa em muitos países.
Os anos 80 são para Riccardo muito proveitosos. Em 1983 lançou o álbum "Sincerità" que fez um enorme sucesso com a colaboração de músicos de renome internacional.
Em 1985 sai "Questione di feeling", um memorável duo com Mina, enquanto no álbum seguinte "La grande avventura" houve colaborações que foram do letrista Mogol a Enrico Ruggeri e Lucio Dalla.

Em 1991 triunfou de modo exuberante ao Festival de Sanremo com "Se stiamo insième" inserido posteriormente no álbum "Cocciante".
Em 1993 lançou "Eventi e mutamenti" que traz a belíssima "La mia lingua italiana", um verdadeiro hino de amor ao idioma mais romântico do mundo. Em 1994 saiu o disco "Il mio nome è Riccardo" e em seguida "Un uomo felice" com colaborações de vários artistas como Mietta, Paola Turci, entre outros.
Em 1995, já consagrado pelos seus enormes sucessos, assinou com a gravadora Sony Music e internacionaliza mais as suas músicas. Uma delas foi trilha sonora da novela exibida pelo SBT "Os Ossos do Barão" e uma coletânea sua se encontra nas lojas do Brasil chamada "Per Lei", um CD belíssimo de capa verde.
Em 1998 lançou o álbum initulado"Innamorato", lançando belas canções como "Grande è la città", "Innamorato", "Ti amo ancora di più" e "L'attimo presente".
Riccardo Cocciante nunca esteve em solo brasileiro, em sua obra há versões e criações em francês, espanhol, inglês e italiano. É um cantor de nível internacional com milhões de seguidores e fãs por todo o mundo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário