domingo, 1 de maio de 2016

THE COWSILLS

Os Cowsills fizeram sucesso no final dos anos 60 e início dos anos 70 e provaram ser a inspiração para a série de TV “A Família Partridge”. A história do grupo começou quando os irmãos Bill e Bob os mais velhos do grupo ganharam uma guitarra de seu pai William “Bud” Cowsill. No princípio dos anos 60 recrutaram os irmãos mais novos Barry e John para tocarem baixo e percussão respectivamente e com a explosão da Beetlemania os quatro começaram a tocar em escolas e clubes na cidade de Newport. Logo Os Cowsills tocavam regularmente num clube local chamado Bannisters Cais e em 1965 gravou o single "All I Really Wanta Be Is Me" para o selo Joda.

O single não teve o sucesso esperado, porém após uma aparição no Today Show da NBC o grupo assinou com o selo Mercury e lançaram mais três singles: "Most of All", "Party Girl" e "A Most Peculiar Man".
Seu produtor na Mercury Artie Kornfeld continuou acreditando no apelo comercial dos Cowsills independentemente do selo. Quando foram gravar novamente convenceu a sua mãe Bárbara de participar dos vocais na sessão e o grupo teve a co autoria da canção chamada "The Rain, the Park and Other Things." Kornfeld enviou as fitas para a MGM que lançou o single no final de 1967. A canção tomou os EUA chegando ao número dois na parada de sucessos vendendo em torno de um milhão de cópias.
No início de 1968 os irmãos Susan e Paul entraram no grupo e um álbum inteiro foi gravado rapidamente. Duas músicas foram lançadas: “We Can Fly” e "In Need of a Friend", mas nenhuma das duas alcançaram o sucesso anterior. Com o fracasso em vendas os Cowsills estavam fadados a ser uma banda de apenas um sucesso. Porém a música “Indian Lake” os salvou deste destino, alcançando o Top 10 da parada americana. Outro período de seca atingiu o grupo com as canções "Poor Baby", "Path of Love" and "The Candy Kid" que foram ignoradas pelo público.

Durante 1969 a canção título do musical “Hair”, tornou-se um hit de sucesso e os Cowsills tiveram uma boa fortuna ao liberar a versão comercial da canção do título. Apesar de ir ao encontro de grupos de rock mais pesados os Cowsills emplacaram outro número dois nas paradas americanas. Neste mesmo tempo a divisão de TV da Columbia Pictures enviou um grupo de roteiristas para observar o dia a dia dos Cowsills para uma possível série baseada na história do grupo. Embora os Cowsills tivessem sido cogitados para a série os produtores decidiram criar uma família fictícia chamada "The Partridge Family."
Antes que "The Partridge Family." Fizessem sucesso em 1970 a carreira dos Cowsills declinavam e como conseqüência em 1971 após gravar o disco "On My Side" o grupo foi dissolvido. Mais tarde neste ano, Bill Cowssil (que foi convidado para substituir momentaneamente Brian Wilson no Beach Boys) lançou um disco solo "Nervous Breakthrough" onde teve pouco sucesso. No final dos anos 70 Bob, John, Susan e Paul gravaram algum material novo com Chuck Plotkin como produtor, porém por falta de dinheiro as sessões não foram editadas.
Em 31 de janeiro de 1985, a mãe dos Cowsills Bárbara morreu de efisema aos 56 anos em Tempe no Arizona. Nos anos 90, Barry iniciou carreira solo, Bill Bill fundou um grupo Country chamado The Blue Shadows e Susan juntou-se aos Continental Drifters. juntamente com seu marido e com Vicki Peterson.
Em 1994, Bob John, Paul e Susan contribuíram com uma regravação da música "Is It Any Wonder”, para o disco “Yellow Pills” - Volume One" uma compilação pop e um novo álbum chamado “Global” em 1998. Mais tarde voltaram a tocar em pequenos clubes e casas de show na cidade de Los Angeles e em todo o país.

 Em 6 de janeiro de 2006, um comunicado da imprensa anunciou que o corpo de Biarry Cowsill foi encontrado em 28 de dezembro em um cais de Nova Orleans. As autoridades acreditam que Barry, aos 51 anos morreu no rescaldo do furacão Katrina, que atingiu a cidade em 29 de agosto de 2005. Ele teria deixado recados para sua irmã Susan em 1º de setembro e não foi ouvido novamente. Outra má notícia veio em 17 de fevereiro de 2006 logo após uma cerimônia fúnebre para Barry, quando a família soube da morte do seu irmão Bill de 58 anos. Ele estava lutando contra efisema, osteoporose e outras doenças.

Nenhum comentário:

Postar um comentário