domingo, 29 de maio de 2016

CHER

Cher, nascida Cherilyn Sarkisian (El Centro, 20 de maio de 1946), é uma cantora e atriz dos Estados Unidos com uma carreira que já dura cinco décadas. Reconhecida por ter ajudado a difundir os conceitos de autonomia feminina e autorreinvenção na indústria do entretenimento, ela é famosa pela voz grave e por ter trabalhado em várias áreas da mídia, bem como por reinventar constantemente sua música e imagem. Tudo isso a rendeu o apelido de Deusa do Pop.

Cher ficou famosa como parte da dupla de folk rock Sonny & Cher, formada com o marido em 1965, popularizando uma sonoridade suave e única que competiu com a Invasão Britânica e o Motown Sound. Ao mesmo tempo, ela se estabeleceu como cantora solo com clássicos como "Bang Bang (My Baby Shot Me Down)", "Gypsys, Tramps & Thieves", "Half-Breed" e "Dark Lady", canções que lidam com temas raramente discutidos na música popular americana. Phill Marder, da revista Goldmine, a descreveu como líder de um movimento iniciado nos anos 60 que visava "expandir a rebelião feminina no mundo do rock" e como "o protótipo da rockstar feminina, ditando os padrões de aparência e atitude." Após ser considerada antiquada por uma nova geração que cultuava as drogas, Cher ressurgiu como estrela da televisão nos anos 70 com o estrondoso sucesso dos programas The Sonny & Cher Comedy Hour e Cher. Ela lançava tendências de moda com seu extravagante senso de estilo. Após se divorciar de Sonny em 1975, Cher experimentou com vários estilos musicais, incluindo disco music e New Wave, e quebrou recordes de público com seu espetáculo fixo em Las Vegas.
No início dos anos 80, Cher estreou na Broadway e foi indicada ao Oscar de melhor atriz coadjuvante pelo filme Silkwood - O Retrato de uma Coragem. Nos anos seguintes, ela estrelou filmes de sucesso como Marcas do Destino, As Bruxas de Eastwick e Feitiço da Lua, pelo qual ganhou o Oscar de melhor atriz em 1988. Ao mesmo tempo, ela ganhou respeito como cantora de rock ao lançar uma série de álbuns multi-platinados e sucessos como "I Found Someone" e "If I Could Turn Back Time". Nos anos 90, ela estreou como diretora de cinema em O Preço de uma Escolha e lançou o maior sucesso musical de sua carreira, "Believe", que lançou a moda Auto-Tune (ou "efeito Cher") como efeito vocal. Nos anos 2000, ela embarcou na bem-sucedida Living Proof: The Farewell Tour e fechou um contrato de 180 milhões de dólares para se apresentar por três anos no Caesars Palace em Las Vegas.



Segundo o biógrafo Mark Bego, "ninguém na história do show business teve uma carreira com a magnitude e o alcance da [carreira] de Cher." Única pessoa a ter recebido todos esses prêmios, Cher ganhou um Oscar, um Grammy, um Emmy, três Globos de Ouro e o prêmio de melhor atriz no Festival de Cannes. Reconhecida como uma das artistas mais bem-sucedidas da história, ela vendeu mais de 100 milhões de álbuns solo e 40 milhões de cópias como parte da dupla Sonny & Cher. Ela é a única artista a ter alcançado o primeiro lugar nas paradas da Billboard em cada uma das últimas seis décadas.


Nenhum comentário:

Postar um comentário