domingo, 22 de fevereiro de 2015

ROBERTO CARLOS E O DIAMANTE CÔR DE ROSA ( FILME )

Roberto Carlos e o Diamante Cor-de-Rosa é um filme brasileiro, que estreou em julho de 1970, dirigido e produzido por Roberto Farias.  O filme teve um público de 2.639.174 espectadores, sendo o filme mais assistido de 1970.  Uma aventura através do mundo, ao som das canções do trio líder da Jovem Guarda: Roberto Carlos, Erasmo Carlos e Wanderléa.

Os cantores Roberto Carlos, Erasmo Carlos e Wanderléa estão no Japão, quando esta última resolve comprar uma estatueta antiga. Imediatamente ela e seus companheiros começam a ser perseguidos por Pierre, um homem misterioso que lidera uma quadrilha de lutadores orientais. Roberto e Erasmo vão para Israel, mas se desencontram de Wanderléa, que fica no Japão, prisioneira dos bandidos. Em Israel, Roberto e Erasmo pretendem voltar para ir atrás da cantora, mas no hotel eles recebem a estatueta, misteriosamente.
Logo depois surge um gênio samurai (que eles chamam de Eugênio), que diz proteger os donos da estatueta. Então eles pedem ao gênio que busque Wanderléa, o que ele faz. Com os três reunidos novamente, eles descobrem um antigo mapa de tesouro fenício escondido na estatueta. Eles tentam decifrar o mapa, mas Pierre volta a perseguí-los. Ao traduzir o mapa, Roberto acha que o lugar descrito está no Brasil, na Baía da Guanabara. Então os cantores vão ao Rio de Janeiro, ainda perseguidos por Pierre.


Elenco

    Teruo Nakatani
    Roberto Carlos
    José Lewgoy ... Pierre
    Erasmo Carlos
    Wanderléa
    Paulo Porto



sábado, 14 de fevereiro de 2015

BOBBY DI CARLO

Roberto Caldeira dos Santos, nascido a 30/06/1945 em São Paulo, foi um dos grandes astros da Jovem Guarda. Com o pseudônimo de Bobby di Carlo, teve na música “Tijolinho” seu grande sucesso no programa. A repercussão foi tamanha, que o cantor ganhou o troféu Chico Viola e gravou dois LPs pela gravadora pernambucana Mocambo.

Começou em 1960, quando o Rock apareceu no Brasil fazendo sucesso com nomes como Celly Campelo, Tony Campelo, Ronnie Cord, Carlos Gonzaga e mais alguns cantores. As canções do primeiro disco foram: Oh Eliana, Quero Amar, Amôr de Brotinho, Gatinha Lilly, Broto Feliz e Hey Lilly. Na época, estava com 14 anos e teve que dar um tempo na carreira porque estudava e não podia conciliar as duas coisas.
Em 1966, acontecia o programa Jovem Guarda na TV Record. O Sérgio de Freitas que era radialista convidou para voltar a gravar. Ele o apresentou ao Wagner Tadeu Benatti, compositor que dentre várias musicas mostrou “Tijolinho”. Acertado com a Mocambo, gravou e a canção fez um grande sucesso.

domingo, 8 de fevereiro de 2015

RAY PETERSON

Ray Peterson (23 abril de 1939  - 25 de janeiro de 2005 [2] ) foi um cantor pop americano que foi mais lembrado pela canção "Tell Laura I Love Her" e "Corrine, Corrina" na década de 1960


Ray T. Peterson nasceu em Denton , Texas .  Como um menino que teve de superar a poliomielite , já cantando  Peterson mudou-se para Los Angeles , Califórnia , onde  assinou um contrato de gravação pela RCA Victor Records em 1958.  Ele gravou várias músicas que eram de  menores sucessos , até " The Wonder of You "conseguiu entrar no Top 40 da Billboard Hot 100 chart on jun 15, 1959. A canção seria  gravada mais tarde  por Elvis Presley , com quem Peterson se tornaram amigos. Peterson marcou um Top 10 hit com a canção tragédia adolescente ,  "Tell Laura I Love Her".
 Em 1960, Peterson criou sua própria gravadora com o seu gerente  Stan Shulman, chamado Dunes Records, e contou com a ajuda do produtor de discos Phil Spector .  com " Corrine, Corrina ".  uma balada  dramática ,  "I Could Have Loved You So Well", escrito por Barry Mann e Cynthia Weil e produzido por Spector, só alcançou a posição # 57 na parada dos Estados Unidos.  Em seguida, ele tentou outro disco   ,"Give Us Your Blessing", mas desta vez apenas o registro fez # 70 no Hot-100. (A canção mais tarde  foi lançado pelas  Shangri-Las , cinco anos depois, e se tornou um hit Top 30.)

Sua última  US-Top-30 hit foi "Missing You".  Em meados dos anos 1960 ele se tornou uma espécie de fenômeno na costa oeste do Estados Unidos , aparecendo ao vivo em vários concertos com Paul McCartney -lookalike Keith Allison .
Suas apresentações no Memorial Auditorium Sacramento, produzido por Fred Vail , começando em 1963, ajudou a alimentar um revival de "The Wonder of You", bem como o lançamento de sua nova relação com a MGM Records , uma aliança que produziu dois álbuns : The Very Best of Ray Peterson que contou com a maioria dos solteiros dunas, e O Outro Lado da Ray Peterson, que incluía muitos das suas músicas de boate. Mais tarde, ele se mudou para Nashville , Tennessee , e na década de 1970, quando os hits pararam de vir, Peterson se tornou um ministro da  Igreja Batista e, ocasionalmente,  canta em circuítos de shows e canções oldies
Peterson foi introduzido no Rockabilly Hall of Fame .
Peterson morreu de câncer em 2005, em Smyrna, Tennessee , com idades 65. Ele deixou uma viúva e quatro filhos e três filhas.  Ele foi enterrado no cemitério de Roselawn Memorial Gardens em Murfreesboro, Tennessee .

domingo, 1 de fevereiro de 2015

MARY WELLS

Mary Esther Wells (13 de maio de 1943; 26 de julho de 1992) foi uma cantora norte-americana de soul, R&B e pop.
De origem humilde, Marry Wells nasceu e passou à infância em um bairro pobre de Detroit, Michigan.


Ela foi a primeira cantora a assinar um contrato com a gravadora Motown, onde gravou o maior sucesso de sua carreira, a canção "My Guy", de 1964. Ela também gravou um dueto com Marvin Gaye, com quem emplacou os sucessos "Once Upon a Time" e "What's the Matter With You, Baby?".
Ao completar 20 anos, Wells decidiu romper seu contrato com a Motown e assinou com a 20th Century Fox. Além da música, havia a promessa de uma carreira cinematográfica. Mas na nova gravadora, Wells não repetiu o mesmo sucesso que obteve na Motown. Apesar de ter um relativo sucesso com seus três primeiros singles pela Fox, seu álbum fracassou comercialmente e seu contrato foi rescindido.

A cantora assinou com uma nova gravadora, a Atco (subsidiária da Atlantic Records). Embora seu primeiro single, "Dear Lover", tivesse chegado ao sexto lugar na lista R&B da Billboard, os seguintes fracassaram. Em 1968, ela assinou com a Jubilee Records, mas novamente não obteve sucesso - e o mesmo ocorreria na gravadora Reprise.
 Sua carreira renasceria em 1981, quando ela gravou o álbum "In and Out of Love", lançado pela Epic Records. O single "Gigolo" se tornou um grande sucesso e atingiu o segundo lugar na lista disco da Billboard.
Mary Wells acabou morrendo em 1992, em decorrência de um câncer na laringe.