domingo, 5 de outubro de 2014

THE TURTLES

The Turtles é uma banda norte-americana de pop e folk rock, mais conhecida pelas canções "Happy Together", de 1967, e "Surfer Dan", que fez parte da trilha sonora da novela Beto Rockfeller, da TV Tupi.
A banda californiana do vocalista Howard Kaylan foi criada em 1965, com o nome de Crossfires from the Planet Mars, e atingiram o sucesso pela primeira vez com um cover de "It Ain't Me Babe", de Bob Dylan.

Em 1963, Howard se junto a outros dois garotos, Al Nichol e Chuck Portz e montaram uma banda de surf music chamada Nightriders, nome logo mudado para The Crossfires. Mark participou do grupo, primeiro como roadie, e depois como integrante fixo. Completavam a formação Don Murray e Dale Walton. A banda chegou a lançar um LP de nome Out Of Control. O disco era essencialmente instrumental, algo irônico, já que os integrantes haviam participado de um coral.
O grupo chegou a participar de um concurso de talentos chamado Battle of the Bands. O grupo passou a fixar residência no Revelaire Club, como banda de apoio para artistas como Coasters, Sonny and Cher e The Righteous Brothers.
A aventura com a banda durou até 1964, quando a América sofreu a "Invasão Britânica", liderada pelos Beatles. Isso mudaria radicalmente a vida do grupo. Como o grupo não ganhava dinheiro suficiente para os integrantes viverem, resolveram a abandonar a surf music e apostar mais nos arranjos vocais. Nessa época a formação consistia de Howard Kaylan (vocais), Mark Volman (guitarra, sax e vocais), Al Nichol - guitarra, Jim Tucker - guitarra, Chuck Portz - baixo e Don Murray (bateria).

A primeira providência foi mudar de nome. Como era fãs dos Byrds, adotaram The Turtles. Mas o grupo continuava sendo o mesmo e, em 1964.
A vida andava a mesma até que regravaram a canção "It Ain't Me Babe", de Bob Dylan. Foi um sucesso estrondoso, chegando ao quinto lugar. O primeiro show do grupo aconteceu para mais de 50 mil pessoas, no Rose Bowl, abrindo para o grupo britânico Herman's Hermits.
O compacto colocou a banda na estrada, dando shows pelo país inteiro. No mesmo ano, lançam mais dois compactos: Let Me Be / Your Maw Said You Cried e You Baby / Wanderin' Kind
No ano seguinte, é a vez do segundo LP, You Baby, que não conseguiu muto sucesso.
O grupo lançou três compactos no mesmo ano - Grim Reaper of Love, Can I Get to Know You Better e Outside Chance, escrita por Glenn Crocker and Warren Zevon, que havia acabado de assinar com o mesmo solo dos Turtles, White Whale.
Exausto, o baterista Don Murray, deixou a banda, sendo substituído por Johnny Barbata antes mesmo das gravações de "Outside Chance". Para a banda seria uma importante baixa já que Don era o "galã" dos Turtles e o terceiro membro original a sair do grupo. Na mesma época, Jim Pons (ex-Leavez) ocupa a vaga do baixista Chuck Portz.
O ano de 1967 era um período crítico para o grupo devido às pressões e a vida na estrada. E foi nesse momento que uma canção escrita pela dupla Gary Bonner e Alan Gordon, de um grupo nova-iorquino de nome The Magicians, caiu no colo do grupo: "Happy Together".

"Happy Together" levaria o grupo ao topo das paradas americanas, desbancando os Beatles e rendendo muito dinheiro ao grupo, que agora só andava de limusines e voava em jatinhos particulares, enquanto davam 300 shows por ano. A canção de amor tornou-se um hino dos anos 60, graças ao engenhoso e belo arranjo vocal feito por Volman e Kaylan.
Imediatamente, a White Whale contratou a dupla de compositores para escrever novos números para os Turtles, que entregaram à banda "Me About You", "She'd Rather Be With You" e "You Know What I Mean". Na gravação da canção, o baixo foi executado por Chip Douglas, que substituiu brevemente Portz, antes de Pons entrar para a banda.
Após uma turnê pela Inglaterra, o guitarrista-rítmico Jim Tucker deixa o grupo, ficando os Turtles como um quinteto. A vida na estrada segue impiedosa, que começam a abusar das drogas vivendo tanto tempo em quartos de hotéis e gastando energia produzindo e compondo novas canções.
Em 1968, inspirados resolveram um disco inovador, onde todas as faixas seriam tocadas por bandas fictícias, exceção feita à última. The Turtles Present the Battle of the Bands trazia dois clássicos do lote, "Elenore", "You Showed Me" (ambas ficaram entre as cinco mais na América) e a divertida "Surfer Dan".
 O disco marca o fim da parceria com Chip Douglas - agora produtor - e com o baterista John Barbata, que se uniria ao Crosby, Stills & Nash. Curiosamente, o disco seria reeditado ao longo dos anos com o título Elenore.
O sucesso e as drogas e a ganância começaram a estragar a vida do grupo.
Tudo começou em 1967 quando um empresário de nome Dave Krambeck convenceu o grupo que Bill Utley, empresário oficial dos Turtles, estava arruinando com a vida deles, dizendo que Utley havia dito que não gostava deles e estava farto de tomar conta do grupo. Ao mesmo, Krambeck convenceu a White Whale a demitir o empresário e colocá-lo no lugar, por ser mais "maleável".
Dessa maneira, conseguiu um adiantamento de US$ 550 mil com a gravadora em nome do grupo, dizendo que ele mesmo dispensaria o empresário. Na surdina, vendeu parte dos direitos que tinha dos Turtles a uma firma de Nova York, pegou a mulher de Jim Pons e se mandou com ela para o México, deixando um tremendo pepino para trás. Irritado e desempregado, Utley acionou a banda judicialmente exigindo nada menos do que US$ 3,5 milhões por quebra de contrato. E a tal "empresa" de Nova York também não tardou em abrir outro processo.
Assim, a vida dos jovens e alegres rapazes se tornou um inferno verdadeiro. Para piorar, mesmo com o sucesso do novo disco e dos compactos, a White Whale roubava dinheiro do grupo, sumindo com cerca de US$ 160 mil, azedando ainda mais o relacionamento de ambas as partes. Foi nessa época que Barbata deixou o grupo, entrando em seu lugar John Seiter, ex-Spanky and Our Gang.
No meio da crise, encontram forças para lançar um novo LP, Turtle Soup, produzido pelo líder dos Kinks, Ray Davies. O disco, no entanto, pouco vendeu, apesar de elogiado pela crítica.
Após a pouca receptividade e exaustos de tantos processos, o Turtles chegou ao fim. Mark e Howard, no entanto, continuaram juntos e se ofereceram para trabalhar com Frank Zappa e sua banda, The Mothers Of Invention. Porém, estavam impedidos judicialmente de trabalharem usando seus próprios nomes, enquanto rolavam os processos.
A solução foi adotar os apelidos Flo e Eddie, que eram roadies dos Turtles. Flo & Eddie foram um tremendo sucesso participando de uma centena de gravações com o T. Rex, Steely Dan, Bruce Springsteen, The Psychedelic Furs e até com os Ramones, em Mondo Bizarro.
Mark e Howard continuam na ativa como os Turtles fazendo shows pelo mundo.
Infelizmente, a banda resolveu não editar mais os discos originais em CD. A única leva deles aconteceu na década de 90, pela Sundazed, com faixas bônus e hoje são raridades.
Mark garantiu que de agora em diante só editam coletâneas. Uma recomendável é Happy Together: The Very Best of the Turtles, de 2004.

Nenhum comentário:

Postar um comentário