domingo, 28 de setembro de 2014

HENRY MANCINI

Henry Mancini, nascido Enrico Nicola Mancini, (Cleveland, 16 de abril de 1924 — Beverly Hills, 14 de junho de 1994) foi um compositor, pianista e arranjador americano. Dono de um apuro estético muito sofisticado no arranjo de suas músicas e tendo sido um melodista excepcional, ele é melhor lembrado como sendo um dos mais conhecidos compositores de trilhas sonoras para a televisão e o cinema, ganhando um número considerável de prêmios Grammy (incluindo um em reconhecimento em 1995).
Nascido numa família ítalo-americana, Mancini nasceu em Cleveland, no Estado de Ohio e cresceu em West Aliquippa, na Pensilvânia. O pai de Henry era um exímio flautista, e o filho rapidamente começou a tocar flauta e piano. Henry Mancini começou a estudar Arranjo e Composição na famosa Juilliard School of Music, em Nova York (em 1942), e mais tarde fez especialização em Música para o Cinema com mestres do porte do compositor italiano Mario Castelnuovo-Tedesco.
Apesar de ter sido colocado no Exército durante a Segunda Guerra Mundial, Mancini conseguiu trocar da infantaria para a banda, tornando-se o arranjador e pianista da Orquestra de Glenn Miller. Mais tarde, Mancini foi contratado por Tex Beneke, um saxofonista de Glenn Miller que anos depois da II Guerra Mundial, com o misterioso desaparecimento de Miller num ataque aos aviões das tropas aliadas no Canal da Mancha, praticamente continuou o legado do grande band leader, tornando-se então o líder da nova formação da The Glenn Miller Orchestra, em 1946
Mancini conheceu sua futura esposa, Ginny O'Connor, numa audição para a banda de Tex Beneke, onde ele era o pianista, em Los Angeles. Com Ginny O'Connor, Mancini teve três filhos: Christopher e as gêmeas Felice e Monica.
Houve o período em que Mancini tocava à noite, em Los Angeles, antes de ser contratado por algum estúdio cinematográfico. Começou a compor para o Cinema, quando entrou para a Universal City Studios, na década de 50, em que arranjou e regeu música para filmes como "Creature from the Black Lagoon", e "The Glenn Miller Story" (mais conhecido no Brasil como "Música e Lágrimas"), que valeu uma indicação ao Oscar de Melhor Trilha Sonora para Mancini e os músicos comandados por Joe Gershenson, na Universal, em 1954.
Com uma vida praticamente toda dedicada à arte, à divulgação e ao ensino do melhor da Música popular, Henry Mancini morreu aos setenta anos de câncer no pâncreas, em Beverly Hills, Los Angeles, na Califórnia, em junho de 1994.
O Henry Mancini Institute foi fundado em 1996, na Califórnia, dois anos depois de sua morte, para a manutenção do ensino da Música, com o qual o maestro e compositor sempre foi identificado, porém fechou as portas em 2000, por impossibilidade de continuar seus trabalhos.

Cinema e Televisão

As composições pelas quais Henry Mancini é mais conhecido incluem Moon River (a canção tema do filme de 1961 dirigido por Blake Edwards Breakfast at Tiffany's/Bonequinha de Luxo) e os temas dos filmes A Pantera Cor-de-Rosa (direção de Blake Edwards) e Charada de 1963(direção de Stanley Donen), bem como o tema do famoso Pássaros Feridos, minissérie de 1983, exibida no Brasil pelo SBT desde 1985.

Alguns cineastas para quem Henry Mancini compôs trilhas: Paul Newman (Sometimes a Great Notion, The Glass Menagerie), Howard Hawks (Hatari!), Vittorio de Sica (The Sunflower / Os Girassóis da Rússia), Norman Jewison (Gaily, Gaily), Martin Ritt (The Molly Maguires / Ver-te-ei no Inferno), George Roy Hill (The Great Waldo Pepper) e muitos outros. Para Stanley Donen, Mancini compôs as trilhas de Charade / Charada, Arabesque e Two For the Road / Uma Estrada para Dois.
A atriz Audrey Hepburn trabalhou em quatro filmes com trilha composta por Henry Mancini: Bonequinha de Luxo / Breakfast at Tiffany's, Charada / Charade, Uma Estrada para Dois / Two For the Road e Um Clarão nas Trevas / Wait Until Dark (este último dirigido por Terence Young).

É de Henry Mancini as aberturas de séries televisivas como Acredite Se Quiser (Believe It or Not), Os Detetives/(NBC Mistery Movie) e Remington Steele ("Jogo Duplo", como foi batizado no Brasil), entre muitas outras.
Também é muitas vezes creditado pela composição de trilhas sonoras de filmes de Charlie Brown e Sua Turma, em particular o tema "Linus and Lucy". Mas na verdade estas canções foram compostas e tocadas por outro pianista de jazz, Vince Guaraldi. Grande parte do trabalho de Mancini pode ser classificado no gênero easy listening.
Henry Mancini também o compositor da trilha para os desenhos animados de longa-metragem Tom & Jerry - O Filme, de 1993 (MGM) e O Ratinho Valente, dos Estúdios de Walt Disney, em 1986.

Nenhum comentário:

Postar um comentário