quarta-feira, 26 de fevereiro de 2014

O PALADINO DO OESTE ( Seriado )

Have Gun — Will Travel é uma série de televisão estadunidense exibida originalmente pela rede CBS, e mais conhecida no Brasil como Paladino do Oeste.

Exibida originariamente pelo canal CBS de 1957 a 1963, a série foi ao ar no Brasil pela TV Record e TV Bandeirantes. Além do personagem diferente, a série causou uma certa estranheza no Brasil por trazer como "mocinho" o ator Richard Boone, mais conhecido nesse país como vilão dos filmes de faroeste. Possui a particularidade de ser uma das poucas séries de TV que foi adaptada para o rádio estadunidense, cujo programa começou em novembro de 1958.
A série foi criada pelos executivos Sam Rolfe e Herb Meadow e foi produzida por Frank Pierson, Don Ingalls, Robert Sparks e Julian Claman. Ela teve 225 episódios. Vários roteiristas da série angariaram grande sucesso posterior nas respectivas carreiras: Gene Roddenberry (Star Trek), Bruce Geller (Missão Impossível) e Harry Julian Fink (co-criador de Dirty Harry). Sam Peckinpah escreveu um episódio de 1958.

Paladino (não se conhece o verdadeiro nome), o pistoleiro que protagoniza a série, é um cavalheiro que prefere não usar de violência e só mata em último recurso. Gosta de vinhos e ópera e mora numa suíte de hotel em São Francisco. Para o seu trabalho como pistoleiro caçador de recompensas ele se veste de preto, carrega um baralho e usa um cartão de visitas com o desenho de um cavalo de xadrez e a inscrição que dá o nome original da série Have Gun – Will Travel (Tendo Arma, Irá Comigo, em tradução livre). Há uma história que conta ter havido de fato uma pessoa chamada Paladino e que agia como Richard Boone na série, inclusive se valendo do cartão de visitas, mas isso não foi confirmado.
 Antes de trabalhar como pistoleiro, Paladino era um oficial do exército graduado em West Point. Ele é poliglota e cita clássicos da literatura. Um personagem que aparece na série é um chinês que trabalha no hotel. Ele é chamado de Hey Boy. Sua irmã era a moça Hey Girl.


domingo, 23 de fevereiro de 2014

THE DELFONICS

The Delfonics foi um grupo norte-americano de R&B formado em 1965, na Filadélfia. A banda é considerada uma das primeiras e mais importantes da Philadelphia Soul, tendo sido mais popular entre o final da década de 1960 e começo dos anos setenta.

Os irmãos William e Wilbert Hart fundaram o grupo no início dos anos 1960, que ficaria conhecida em toda Filadélfia. Mais tarde, Randy Cain comporia o trio. Já na gravadora Cameoeles foram apresentados ao produtor Thom Bell, homem que os tornariam famosos e que trabalhava com Chubby Checker. Bell sonhava em criar uma "versão Filadélfia" da Motown e ajudou a angariar a carreira dos Delfonics.

O Philadelphia Soul era mais leve do que o soul traditional, foi muito influenciado pelo álbum "Wall of Sound" (de Phil Spector), mas solidamente baseou-se no som doo-wop dos anos cinqüenta

Logo no álbum de estréia, em 1968, "La-La (Means I Love You)" chegou ao segundo lugar na parada black e ao quarto da pop nas listas da Billboard. No ano seguinte, seria a vez de "You Got Yours And I'll Get Mine" tornou-se hit do grupo, assim como "Didn't I (Blow Your Mind This Time)" e "Trying To Make A Fool Of Me", ambas de 1970.

Em 1971, Randy Cain deixou o grupo e formou, dois anos depois, o Blue Magic. Cain foi substituído por Major Harris. Mas após Thom Bell ter deixado de produzir o grupo para assumir os Stylistics, os Delfonics entraram em declínio e acabaram em 1974.

quarta-feira, 19 de fevereiro de 2014

FILME " HELP "

Help! é o segundo filme realizado pelo grupo de rock inglês The Beatles. Lançado em 29 de julho de 1965. A trilha sonora do filme saiu em um álbum homônimo.
Uma aventura surreal, filmado em Londres, Bahamas e Alpes Suíços. No filme os Beatles são perseguidos por membros de um culto indiano que querem o anel que Ringo está usando. O filme não teve tanta aceitação de crítica como seu antecessor, A Hard Day's Night.

Inicialmente o filme se chamaria Eight Arms To Hold You. O filme custou o dobro do preço do anterior por ser filmado a cores e por ter feito em algumas locações exóticas. Nos Estados Unidos saiu um LP com a trilha sonora do filme. Na Inglaterra porém nem todas as músicas do LP foram apresentadas no filme.
Durante os depoimentos feito no documentário Anthology, Ringo disse que muitas cenas do filme foram gravadas com os Beatles sob efeito de maconha.

Após o sucesso de A Hard Day's Night, a United Artists convocou novamente o produtor Walter Shenon e o diretor Richard Lester para realizar o mais novo filme dos Beatles. Foram escolhidos como roteiristas Marc Behm e Charles Wood.
Participaram do filme além dos Beatles, os atores Leo McKern, Eleanor Bron, Victor Spinetti, John Bluthal e Roy Kinnear.


domingo, 16 de fevereiro de 2014

BLUE MAGIC

Blue Magic é um quinteto norte-americano de R&B e soul formado em junho de 1973 na Filadélfia. Composto originalmente por Theodore Mills, Keith Beaton, Wendell Sawyer, Vernon Sawyer e Richard Pratt, notabilizou-se não só por sua performance vocal, mas também pela sua coreografia.

Produzido pelo veterano Norman Harris e contando com o suporte da banda de estúdio MFSB (do selo Philadelphia International Records), logo em seu álbum de estréia, lançado em fevereiro de 1974 e que leva o nome da banda, o Blue Magic chegou ao quarto lugar na parada de R&B da Billboard, com canções como "Sideshow" (Top 10 nas 100 mais da Billboard), "Stop To Start", "Just Don't Want To Be Lonely", "Look Me Up" e "Spell".
O Blue Magic é um dos principais grupos da chamada "Philadelphia Soul", uma variante da soul music norte-americana que teve como principais nomes Harold Melvin & The Blue Notes, The Delfonics, The Intruders, The O'Jays, The Spinners, The Stylistics e The Three Degrees.
 Ainda naquele ano, o Blue Magic voltou a fazer sucesso com o single "Three Ring Circus", que faria parte do álbum "The Magic Of The Blue", de 1975. Naquele mesmo ano, foi lançado "13 Blue Magic Lane", com destaque para a canção "Chasing Rainbows".


Os álbuns seguintes foram bem-recebidos pela crítica especializada, mas não tiveram o mesmo sucesso comercial dos anteriores e o grupo afastou-se das paradas norte-americanas. A derrocada veio na década seguinte, quando Ted Mills e Richard Prattos, os dois principais vocalistas do Blue Magic, deixaram a banda por razões religiosas. Mesmo assim, o grupo voltou a gravar, mas sem o mesmo êxito da década de 1970. "It's Like Magic", "Land Of Make-Believe" e "Romeo And Juliet" foram algumas das músicas desta fase oitentista do Blue Magic.




quarta-feira, 12 de fevereiro de 2014

PINO DONAGGIO

Giuseppe "Pino" Donaggio (nascido em 24 outubro de 1941) é um compositor italiano
Nascido em Burano (uma ilha de Veneza ), em uma família de músicos, começou a estudar  violino com a idade de dez anos, primeiro no Conservatório Benedetto Marcello  , em Veneza , seguido pelo Conservatório Giuseppe Verdi  em Milão . Com 14 anos, ele fez sua estréia solo em um concerto de Vivaldi para a rádio italiana.
A descoberta do rock and roll durante o verão de 1959 terminou a carreira clássica de Donaggio quando ele fez sua estréia com o cantor Paul Anka . Ele, então, começou a escrever suas próprias canções e se estabeleceu como um dos proeminentes cantores e compositores da Itália. Ele participou do Festival de Sanremo com a música "come sinfonia" (1961) e teve uma série de sucessos, incluindo "cana-de-Il di stoffa".
No entanto, seu maior sucesso foi o sucesso de 1965 "Io che non vivo",  que vendeu 60 milhões de discos no mundo inteiro e  enorme sucesso  com a versão em Inglês  "You Don't Have to Say You Love Me" de Dusty Springfield e Elvis Presley .

Seu primeiro filme foi o britânico / Italiano filme de terror Não olhe agora . Desde então, ele já trabalhou em muitos filmes, e compôs músicas para vários outros, incluindo: Dario Argento 's Trauma e Devido diabolici occhi . No final de 1970, ele compôs a pontuação para os filmes de terror Tourist Trap e Piranha

Ele trabalha regularmente com o diretor EUA Brian De Palma , marcando de De Palma Carrie (1976), Home Movies (1979), Vestida para Matar (1980), Blow Out (1981), Body Double (1984), Raising Cain (1992) e Paixão (2012).
Em 2012 ele foi premiado com o Lifetime Achievement Award da Academia Mundial Soundtrack .

domingo, 9 de fevereiro de 2014

THE JET BLACK'S

Formado na Cidade de São Paulo em 1961. Inicialmente, seu nome era The Vampires, porém, logo foi modificado para o atual em homenagem ao grupo inglês Shadows, cujo um dos maiores sucessos foi a canção "Jet Black". Além dos Shadows, outra influência do grupo foi a do conjunto norte-americano Ventures. Ambos tinham como repertório básico rocks e twists instrumentais feitos para bailes. Em 1962, assinaram com a Chantecler e lançaram seu primeiro disco, um 78 rpm, no qual fizeram dois covers dos Shadows: "Apache" e "Kon-Tiki". Com o sucesso da estréia, a gravadora investiu no grupo com o lançamento de dois LPs.

O primeiro, lançado ainda no mesmo ano, foi "Hully Gully", e o segundo foi gravado no ano seguinte, "Twist - The Jet Blacks again". Ao longo da década de 1960 foi um dos grupos mais requisitados para shows e gravações de intérpretes como Celly Campelo, Ronnie Cord (que acompanhou na gravação do sucesso "Rua Augusta"), Roberto Carlos, Sérgio Reis e outros astros da Jovem Guarda. Em 1965, passaram a fazer gravações vocais e lançaram o LP "Jet Blacks", no qual se destacaria a regravação do clássico do rock norte-americano "Suzie Q", de Dale Hawkins.


Ainda no mesmo ano, gravaram aquele que seria seu maior sucesso: "Tema para jovens namorados", versão para "Theme for young lovers", lançado em compacto que incluía também "Suzie Q".

A partir de 1968, o guitarrista Gato saiu e foi substituído por Guilherme Dotta. Com o declínio da Jovem Guarda, no final dos anos 1960, o grupo entrou em crise apresentando várias formações, sempre em torno de Jurandi. Na década de 1970, caíram no ostracismo e encerraram as suas atividades, somente retomadas no início da década seguinte, com a revitalização do rock no Brasil.

Em 1982, os remanescentes do grupo, Jurandi e Guilherme, assinaram com a Som Livre e lançaram o LP "Rides again", com novas versões para sucessos da década de 1960. Em 1998, Douglas Dotta, filho de Guilherme, retomou o trabalho do grupo. Participaram das comemorações referentes aos 30 anos da Jovem Guarda, regravando "Apache" para a caixa de CDs "30 anos da Jovem Guarda", lançada pela PolyGram, em 1995.

quarta-feira, 5 de fevereiro de 2014

GRAVADORA "SUN RECORDS"

A Sun Records mais famosa foi a quarta a empunhar o nome. Ficava em, Memphis, Tennessee, e começou a operar em 27 de março de 1952. Fundada por Sam Phillips, a Sun Records ficou conhecida por lançar astros como Elvis Presley, Carl Perkins, Roy Orbison e Johnny Cash.  Foi num encontro ao acaso dentro da Sun Records, que reuniu despretensiosamente 4 artistas, o que resultou nas gravações que foram conhecidas como  ”The Million Dollar Quartet” (O quarteto de um milhão de dólares). Elvis Presley, Carl Perkins, Jerry Lee Lewis e Johnny Cash gravam juntos em 4 de dezembro de 56.

 Entretanto, passada esta época a Sun começou a trabalhar com músicos negros. Phillips adorava o rhythm and blues e queria que o gênero alcançasse o público branco. Foi o produtor e engenheiro de som da Sun, Jack Clement, que descobriu e lançou Jerry Lee Lewis  enquanto o dono da gravadora viajava para a Flórida.

A música de muitos artistas da Sun Records ajudou a formar parte das bases da música popular da segunda metade do século 20, além de dar forma ao rockabilly e influenciar várias bandas, particularmente os Beatles.



Outras "Sun Records"

A primeira Sun Records foi uma gravadora formada pela Crystalate Gramophone Record Manufacturing Company Ltd. de Kent, Inglaterra, operando entre 1905 e 1910. A mesma empresa posteriormente lançaria discos sob o selo Imperial Records.
Quase contemporânea a esta foi outra gravadora aberta nos Estados Unidos pela Leeds & Catlin Company ao redor de 1905/1907.
A terceira Sun Records foi produzida pela Sun Record Company de Toronto, Canadá no começo dos anos 20.

domingo, 2 de fevereiro de 2014

LITTLE ANTHONY & THE IMPERIALS

Little Anthony & The Imperials foi um conjunto surgido em 1958 nos Estados Unidos. O falsete de Little Anthony é inesquecível para quem cresceu ouvido suas baladas nos últimos 53 anos.

A história do grupo começa com os integrantes da banda Chesters (Clarence Collins, Tracy Lord, Rodgers Nathaniel e Ronald Ross). Com a entrada de Anthony, eles mudam o nome para Little Anthony & The Imperials ao assinar contrato com a End Records.
O primeiro hit gravado foi "Tears of my Pillow", do outro lado do compacto simples (disco com duas músicas) estava "Two People in the World". Começaram a sentir o gosto doce do sucesso.
Em 1960 lançaram as canções "Shimmy, Shimmy Ko Ko Bop". No ano seguinte, época de vacas magras, Little Anthony tenta a carreira-solo e o restante do grupo entra na mesma praia. O ano de 1963 marca o retorno da banda, com alguns componentes novos: Ernest Wright e Sammy Strain. O produtor e compositor Tedd Randazzo (amigo de infância do grupo) coloca o conjunto na rota do sucesso. Aparecem nas paradas as canções "I´m Outside (Looking In)"(1964), " Goin Out of My Head" (1964), "Hurt So Bad" (1965), "I Miss You So" (1965), "Take me Back" (1965), "Hurt" (1966), "Out of Sight, Out of Mind" (1969).
Na década de 1970, na Avco Records, prosseguem navegando nas asas do sucesso com os hits "World of Darkeness", "If I Remember to Forget", "Yesterday has Gone" e "Help me Find Away (To Say I Love You), essa última produzida por Thom Bell.

Em 1973, o álbum On a New Street, montado por Thom Bell e Tedd Randazzo, estoura nas paradas com a canção "I´m Falling in Love With You". No Brasil, o hit entra na trilha sonora da novela das 19h, na Globo,Uma Rosa com Amor.
Depois, no restante da década de 1980, por desavenças internas Little Anthony mais uma vez segue carreira-solo e parte do grupo faz o mesmo, sob o nome The Imperials. Em 1992 eles se encontram para uma apresentação no Madison Square Garden. O sucesso os une novamente.
Os anos de 2002 e 2003 marcam a gravação de dois CDs: Little Anthony & The Imperials/Live: Up Close & Personal e Acapella Pure. Em 2004 Sammy Strain aposentou-se. No ano de 2010, Robert de Blanc entrou no lugar de Harold Jenkins, também aposentado.
Com Collins, Wright e Anthony, em 2011, o conjunto, ao lado dos Dells, são os únicos ainda ter nas turnês a maioria dos membros originais, em mais de 52 anos de carreira. Sempre trazendo novidades nesse meio século de show biz, o grupo lançou em 2008 o álbum You´ll Never Know.