quarta-feira, 9 de outubro de 2013

SALVATORE ADAMO

Salvatore Adamo, também conhecido simplesmente como Adamo, é um cantor francófono ítalo-belga nascido em Comiso, Itália em 1º de Novembro de 1943. Seus grandes sucessos são: Inch'Allah, C'est ma vie e F... comme femme.

Salvatore Adamo nasceu em 1 de Novembro de 1943 em Comiso, na Sicília (Itália), mas vai crescer na Bélgica, onde seu pai se mudou em 1947 para trabalhar nas minas. Coração cantor, foi observado, em 1960, ao vencer um concurso organizado pela Rádio Luxemburgo. Adamo começou uma longa carreira que marcam a canção francesa dos anos sessenta e setenta. alguns seus primeiros sucessos foram "The Night", "What You Lord", "eu esqueci que as rosas são rosas:" É Minha Vida ". Salvatore Adamo canta FracesFrancia, mas não hesita em gravar alguns dos seus títulos alemães, espanhóis, Italiano, Português, etc. Obtém fama mundial e os seus álbuns conseguem vender mais de cem milhões de cópias tornando-se o mais vendido artista de gravação da Bélgica. 's, em parte, por esta razão que o rei dos belgas, Albert II, premiado com o título de "Chavalier" em 2001. Durante a década dos anos oitenta tem menos atividade devido a problemas cardíacos.
Adamo nasceu no seio de uma família pobre com sete filhos. Estudou numa escola religiosa de educação rígida. O sonho dos seus pais era oferecer-lhe um futuro glorioso.
Aluno consciencioso e solitário, Adamo revelou um grande dom para o canto. Adolescente, participou num concurso radiofónico em que ganhou o 1º prémio. Ao mesmo tempo gravou o 1º disco, sem sucesso. Desanimado pensou retomar os estudos. Seguindo o conselho do pai, António, um mineiro, Adamo tomou o caminho da capital para tentar a sua sorte.Assessorado pelo pai bateu sem cessar às portas das editoras e assinou por fim um contrato.
Em 1963, lançou "Sans toi, ma mie", seu primeiro sucesso, seguido de "Tombe la neige", "Vous permettez, Monsieur", "Les filles du bord de mer", "Mes mains sur tes hanches", "La nuit", "Inch'Allah" e "C'est ma vie".
Cantor popular por Excelência, Adamo seduziu o público em França e no estrangeiro. Ele é idolatrado no Japão e os seus concertos tinham milhares de espectadores em todos os países do mundo.
Artista emérito e trabalhador esforçado, Adamo não poupou esforços, e passou o essencial do seu tempo nas estradas, entre dois concertos. Restabelecido de um grave enfarte que teve em 1984, Adamo publicou, em 1992, Rêveur de fonds, um novo álbum que foi objecto de críticas elogiosas. Confortado por esta popularidade reencontrada, lançou em 1994 C’est ma vie, um disco ao vivo, recordação de uma série de concertos no Cassino de Paris e título do seu disco de 1975.
Em 1995, editou La vie comme elle passe, um álbum introspectivo, muito intimista, seguido, em 1998, de Regards.
Artista apaixonado, Adamo seguiu a carreira sem se preocupar com modas e tendências. Ele provou que apesar disso a sua popularidade se mantém intocável. Ao fim de quarenta anos de carreira ele publicou Les mots de l’âme em 2002, um CD com os seus grandes sucessos. Em 2004 foi a vez do CD e DVD Zanzibar, em 2007 publica o CD La part de l'ange em 2008, o CD Le bal des gens bien (duetos), em 2010, o CD De Toi à Moi.
"F... comme femme" foi seu maior sucesso no Brasil entre 1969 e 1970, sendo tema da telenovela Beto Rockfeller.

Nenhum comentário:

Postar um comentário