quarta-feira, 18 de setembro de 2013

PAUL MAURIAT

Paul Mauriat (Marselha, 4 de março de 1925 - Perpinhã, 3 de novembro de 2006) foi um orquestrador francês, especializado em Easy Listening. Seu trabalho mais famoso é de 1968: "L'amour est bleu" ("Love is Blue"), originalmente gravado por Andre Popp.


Paul Mauriat era filho de uma família de músicos, tendo seu pai como primeiro mestre. Aos quatro anos, iniciou seus estudos de piano. Aos dez, entrou para o Conservatório de Paris, saindo quatro anos mais tarde, decidido a seguir a carreira de concertista. O encontro com o jazz, entretanto, mudou os planos iniciais de Mauriat. O novo ritmo decididamente influenciou o estilo que o tornaria famoso em todo o mundo.
Mauriat cresceu em Paris e, aos dezessete anos, organizou sua própria orquestra, apresentando-se em cabarés e teatros na França e em outros países da Europa. Na década de 50, tornou-se o arranjador preferido de vários cantores franceses, entre os quais se destaca a figura de Charles Aznavour.

Mauriat se retirou da profissão em 1998, num último show em Osaka, Japão. Sua orquestra ainda faz shows pelo mundo, inclusive duas viagens para a China. Entre seus maiores sucessos, os mais conhecidos são "L'Amour est bleu", "El Bimbo" e "Penelope".
Em 2002 o escritor e perito na vida do maestro, Serge Elhaik, lançou uma biografia autorizada escrita em francês, denominada "Une Vie en Bleu" ("Uma Vida em Azul"). Esta biografia contém valiosas informações sobre a discografia de Mauriat e muitas fotos dele e de sua orquestra.

Gilles Gambus, pianista do grupo, liderou a orquestra após a aposentadoria de Mauriat em 1999, obtendo sucesso nas turnês que fez no Japão, China e na Rússia. Posteriormente, o músico francês Jean-Jacques Justafre assumiu a regência da orquestra, com planos pra atuar em shows no Japão e Coréia do Sul.
 Nos últimos meses de 2006, Mauriat se retirou definitivamente do meio artístico, e passou a residir em sua casa de verão na cidade de Perpinhã. No início do mês de novembro de 2006, foi internado no hospital da cidade e após dois dias, em 3 de Novembro, à uma hora da manhã, ele faleceu aos 81 anos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário