domingo, 11 de agosto de 2013

SYLVIO MAZZUCCA E SUA ORQUESTRA

Sylvio Mazzucca nasceu na capital paulista, em 21 de maio de 1919. Cresceu no bairro paulistano do Bexiga e começou a aprender piano aos 17 anos com a professora Helena de Aquino e Silva.  Nos anos  40, estudou harmonia com o professor Savino de Benedictis. E a seguir, foi ser profissional, como pianista, compositor e regente de orquestra. Começou sua carreira profissional, em 1932, tocando em clubes do Bairro do Bexiga. Em 1938, passou a tocar na Orquestra da Rádio Tupi de São Paulo e depois da Rádio Difusora, quando elas se uniram.

Tocava piano e vibrafone. Gravou seu primeiro disco, pela Companhia Odeon, em 1947,que se chamou: "Guararé" e logo a seguir gravou: "Qui Nem Jiló". Em 1951, gravou:"Me Gusta El Mambo" , músicas de sua autoria,e algumas músicas de Zequinha de Abreu, tal como "Tico-Tico no Fubá".  Gravou também: You Only You", música sua e que ficou sendo  o prefixo de sua orquestra. Na década de 50 foi o regente da orquestra mais solicitada para festas e bailes da cidade de  São P aulo e outras localidades. A Orquestra Sílvio Mazzuca era um grande sucesso. Ele, moreno, alto,  elegante sempre e a orquestra"antenada", como se diz hoje em dia, com o que havia de mais moderno à época. Suas composições eram quase sempre apenas Instrumentais. Fez temporadas no Rio de Janeiro e em São Paulo, e tanto em uma cidade, como na outra, era o mais requisitado para os bailes de formatura.

Na década de 50, recebeu o Disco de Ouro, quando lançou 10  LPs pela Odeon. E recebeu o Prêmio Tupiniquim, como Melhor Orquestra, de 1951 a 1958. Teve um programa só seu na TV Bandeirantes. Em 1954, gravou com a Copacabana, o "Mambo do Futebol", de Betinho e Nazareno de Brito, o fox "Neurastênico";  e, de sua autoria, o choro;"Peter Pan". Em 55, gravou ao orgão, o xote: "Aproveita a Festa"e o choro:"Choro Alegre", músicas suas. Em 1957, gravou pela Columbia:"Little Darlin", e o mambo:'Mambo With You". Na década de 60, foi diretor musical da TV Excelsior e participou como diretor, dos primeiros festivais realizados em São Paulo.  Continuou sempre com suas viagens e sua orquestra, mas na década de 90, instalou-se em um ônibus especialmente adaptado e aí realizava seus shows, pelo Brasil todo.


Sylvio Mazzucca fez mais de 50  anos de turnês com sua orquestra e sempre com muito sucesso e muito público.  Silvio Mazzucca tem um filho, que também é músico e é acompanhante da cantora Maria Rita. Sylvio Mazzucca faleceu em 22 de janeiro de 2003.

4 comentários:

  1. OBRIGADO POR POSTAR ESSA MATÉRIA,FUI CROONER DESSA MARAVILHOSA ORQUESTRA E ME EMOCIONEI AO VER MINHA FOTO AO LADO DESSA FERAS,MAZUCA,LOLITA,CARLOS ZARA, ESSA ORQUESTRA MARCOU A BOA MUSICA BRASILEIRA.

    WWW.CANTORANTONIOBORBA.BLOGSPOT.COM

    borbacantor@bol.com.br

    ResponderExcluir
  2. Olá Antonio Carlos!!

    Obrigado por nos acompanhar, e é muito legal saber que um verdadeiro cantor esteve ao lado de um monstro da nossa música na
    época das grandes orquestras.

    " Ah!!...Bons tempos"

    Bartquine

    ResponderExcluir
  3. Descolei um vinil dele de 1970, uma das melhores orquestras do Brasil;(o tempo em que os casais dançavam "colado"). Gosto de escutar tambem "Severino Araujo e a Orquestra Tabajara".The Shadows,Ventures, bons tempos!!! - Marcio Silva de Almeida/Joinville - SC

    ResponderExcluir
  4. Obrigado por nos acompanhar Marcio, realmente foram bons tempos!!, e é isso
    que me faz continuar com o blog.

    Obrigado

    ResponderExcluir