terça-feira, 31 de janeiro de 2012

"SONHOS DE VERÃO" A História dos Beach Boys



SINOPSE

No ápice de sua meteórica carreira, os Beach Boys começaram a enfrentar todo tipo de problemas. A começar pela crítica que rotulou sua música de modismo. As relações pessoais se deterioram: brigas, ciúmes e desconfiança num mundo de sexo, drogas e rock'n roll acabam aos poucos transformando o caminho desta banda em um mar de excessos. Porém, por todo o caminho eles continuavam a tocar. Os Beach Boys são o próprio retrato do que aconteceu de melhor e de pior em sua geração. Sua história é sobre alguns dos mais talentosos músicos numa época de revolução moral, cultural e musical, presos em tempo de turbulência, numa viagem pelas estradas da inocência e da loucura...

CENAS DO FILME

domingo, 29 de janeiro de 2012

JOVEM GUARDA



Jovem Guarda foi um movimento surgido no final da década de 1950, que mesclava música, comportamento e moda. Surgiu com um programa televisivo brasileiro exibido pela TV Record, a partir de 1965. Ao contrário de muitos movimentos que surgiram na mesma época, a Jovem Guarda não possuía cunho político.
Os integrantes do movimento foram influenciados pelo Rock and Roll da década de 1950 e 1960 e pela precursora do rock no país, Celly Campello. Com isso, faziam uma variação nacional do rock, batizada no país de "Iê-Iê-Iê"(expressão surgida em 1964, quando os Beatles lançaram o filme "A Hard Day's Night", batizado no Brasil de "Os Reis do Iê-Iê-Iê")com letras românticas e descontraídas, voltada para o público jovem. A maioria de seus participantes teve como inspiração o rock da década de 1950/60, comandado por cantores como Elvis Presley e bandas como os Beatles.

A expressão Jovem Guarda começou a ser usada com a estréia do programa de auditório que tinha esse nome, na TV Record, em 1965. Foi tirada de um discurso de Lenin, onde dizia "O futuro pertence à jovem guarda porque a velha está ultrapassada". Foi comandado por Roberto Carlos, Erasmo Carlos e Wanderléa que apresentavam ao público os principais artistas ligados ao movimento. O programa tornou-se popular e impulsionou o lançamento de roupas e acessórios. O movimento foi identificado como do público jovem, porém, agradou pessoas de todas as idades.


Muitos consideram o fim do movimento juntamente com o fim do programa, em 1968, mas podemos dizer que se estendeu até meados de 1970.
Entre os artistas do movimento destacaram-se Nalva Aguiar, Celly Campelo, Roberto Carlos, Erasmo Carlos , Wanderléa, Vanusa, Eduardo Araújo, Silvinha, Martinha, Arthurzinho, Ronnie Cord, Ronnie Von, Paulo Sérgio, Wanderley Cardoso, Bobby di Carlo, Jerry Adriani, Rosemary, Leno e Lilian, Demétrius, Os Vips, Waldirene, Diana, Sérgio Reis, Sérgio Murilo, Trio Esperança, Ed Wilson, Evaldo Braga e as bandas, Os Incríveis, Renato e Seus Blue Caps, Golden Boys e The Fevers. Entre os principais sucessos estão "Quero Que Vá Tudo Pro Inferno"; "Festa de Arromba"; "Pare o Casamento"; "Garota do Roberto"; "Biquíni Amarelo"; "Meu Bem"; "Eu Daria a Minha Vida"; "O Bom"; "Roda Gigante"; "Rua Augusta"; "Namoradinha de um Amigo Meu"; "Ternura"; "O Caderninho"; "Tijolinho"; "Feche os Olhos"; "A Festa do Bolinha"; "O Bom Rapaz" e "Menina Linda". A partir dos anos de 1990, regravações da Jovem Guarda feitas por outros grupos fizeram sucesso entre os adolescentes.





AH!!... BONS TEMPOS

quarta-feira, 25 de janeiro de 2012

THE VENTURES



The Ventures é uma banda instrumental  formada inicialmente como The Versatones em 1958 por Bob Bogle e Don Wilson, em Tacoma, Washington.
É conhecida por seus clássicos Walk Don't Run, Surf Rider, Journey To The Star, Driving Guitars, Yellow Jacket e Bumble Bee Twist.
A banda começou de maneira independente, tocando em pequenos bares. Em 1959, Nokie Edwards (guitarra baixo) e Skip Moore (bateria) entraram para a banda. Na época, compuseram e gravaram "Walk Don't Run", um de seus maiores sucessos, mas nenhuma gravadora se interessou pelo som. A solução encontrada foi fundar uma pequena gravadora, a "Blue Horizon Records", patrocinados pela mãe de Don Wilson. Trabalhando como seus próprios produtores, gravaram a música em formato single em vinil de 45 rpm e começaram a se auto-promover.

Ainda em 1959, um DJ de Seattle usou "Walk Don't Run" como vinheta de abertura de um programa de rádio. Foi então que o empresário Bob Reisdorf, dono da Dolton Records, escutou, quis conhecer e acabou contratando os Ventures. Em 1960, a música ocupou durante uma semana o segundo lugar na Billboard Top 100. Em 1968, outra música dos Ventures ficou famosa: "Hawaii 5-0". Ela foi usada como trilha de abertura de um seriado policial com o mesmo nome.
Na virada dos anos 70 para os anos 80, a banda foi redescoberta pelo público punk e new wave interessado na surf music. A banda Go-Go's até gravou uma música - "Surfin and Spying" - em sua homenagem. Nos anos 90, The Ventures ganharam outra grande publicidade, quando Quentin Tarantino incluiu a música "Surf Rider" na trilha sonora do filme de violência "Pulp Fiction".
Na segunda ida do o grupo ao Japão, em 1965, época em que houve também a ida da banda The Astronauts, e apresentação conjunta com as bandas locais Jannys e Terauchi Takeshi and Blue Jeans, houve o "boom" da música instrumental de guitarra, com aumento da venda de discos e de guitarras elétricas. Foram vendidas 50.000 guitarras elétricas em 2 anos, levando à abertura de 120 fábricas para atender a demanda, e até fábricantes de máquinas de costura começaram a produzir guitarras. Foram abertos vários concursos e torneios de guitarras em programas de TV (FujiTV, NTV, NET) e por fabricantes de guitarras. A partir daí, The Ventures sempre associou a venda de discos com a venda de guitarras elétricas.

A banda sempre fez muito sucesso fora dos Estados Unidos, na Europa e principalmente no Japão. Dezenas de discos foram produzidos especialmente para o mercado japonês e, desde 1960 até hoje, The Ventures, anualmente, fica 3 meses e faz mais de 50 shows de auditório, em turnê pelo país oriental. Já fizeram mais de 2000 shows no Japão, onde têm um público fiel.
Os Ventures nunca cancelaram seus shows programados, mesmo na indisponibilidade de algum integrante.
Em 1996, tiveram as suas mãos eternizadas no "Rock Walk of Fame" de Hollywood.
Em 10 de março de 2008, The Ventures entraram para "Rock and Roll Hall of Fame" com a música Walk Don't Run e Hawaii 5-0. Ano que comemorou os 50 Anos da Banda.
A Banda produziu mais de 200 álbuns em CD, 250 álbuns em formato LP e 150 (45rpm) compactos. Mais de 110.000.000 de unidades vendidas. 40.000.000 somente no Japão.

Origem: Wikipédia



domingo, 22 de janeiro de 2012

OS INCRÍVEIS



Os Incríveis foi uma banda brasileira de rock e pop dos 60 e 70, formada em São Paulo por Domingos Orlando "Mingo", Waldemar Mozema "Risonho", Antônio Rosas Seixas "Manito", Luiz Franco Thomaz "Netinho" e Demerval Teixeira Rodrigues "Neno", que foi substituído em 1965 por Lívio Benvenuti Júnior "Nenê".

Inicialmente, a banda chamava-se The Clevers e, em seus shows, tocavam pricipalmente twist, estilo em moda no início da década de 1960. O sucesso veio durante o período da Jovem Guarda, com a mudança de nome e canções populares como "Era um Garoto Que, Como Eu, Amava os Beatles e os Rolling Stones", "O Milionário" e "Eu Te Amo, Meu Brasil".


Em 1967 eles gravaram Os Incríveis Neste Mundo Louco, nome também do filme que foi rodado com eles ma Europa.

Ao longo dos anos de 1970, ex-integrantes dos Incríveis formariam outras importantes bandas do rock brasileiro, Netinho montou a banda Casa das Máquinas e Manito juntamente com Pedro Baldanza e Pedro Pereira da Silva formaram o famoso grupo progressivo Som Nosso de Cada Dia.
Recentemente, o grupo voltou a se reunir em algumas ocasiões. A banda Engenheiros do Hawaii regravou uma de suas musicas de sucesso, Era um Garoto, em seu album O Papa é Pop.

CENAS DO FILME   " OS INCRÍVEIS NESTE MUNDO LOUCO "






Assistam ao filme inteiro, lembrando que devem baixar todas as partes em uma unica pasta, e ao descompactar a primeira,  as outras virão automáticamente formando todo video.




quarta-feira, 18 de janeiro de 2012

THE SKYLINERS

Os  Skyliners foi um grupo americano de Doowop originário de Pittsburgh liderado por Jimmy Beaumont. A formação original também incluía Wally Lester, Jack Taylor, Joe Verscharen, Louis M. Tutino e Janett Vogel.
Os Skyliners eram mais conhecidos pelos hits de 1959 " Since i don't have you " e " This i swear". Outros classicos famosos foram " It happed today " (1959), " close your eyes " (1961) e muitos outros mais. O grupo original foi dissolvido em 1963, mas tornaram a se reunir 11 anos depois (sem Jack Taylor).

Hoje, Jimmi Beamont ainda realiza shows com a atual formação dos Skyliners: Nick Pociask, Morris Rick e Groom Donna ( cujo marido Mark Groom foi baterista do grupo durante mais de 25 anos). Dois dos membros originais já morreram: Janet Vogel ( suicídio ) em 1980 (37 anos ), e Joe Verzcharem de cancer em 2007 ( 67 anos). O empresário de longa data Joe Rock que também co escreveu " Since i don't have you ", morreu em 4 de abril de 2000, após complicações de uma cirurgia  (63 anos).


THE SKYLINERS  formação atual , com a sua maravilhosa canção
" Since i don't have you "

AH!!... "Bons tempos"



THE SKYLINERS ( SITE OFICIAL)

domingo, 15 de janeiro de 2012

BRIAN SETZER



Em Janeiro de 1980, Setzer liderou a popular banda de rockabilly, Stray Cats. Após apresentações de New York à Filadélfia, Setzer, Lee Rocker (Leon Drucker) e Slim Jim Phantom (James McDonnell) decidiram ir para Londres, Inglaterra (em Junho de 1980) onde eles acreditavam, teriam melhor aceitação e apreciação do seu estilo e de seu som. Assim que chegaram, eles decidiram mudar o nome da banda para Stray Cats, um nome sugerido por Rocker. Os Stray Cats ganharam a atenção da América com o álbum de 1982, Built for Speed, o qual inclui dois hits Top 10: Rock This Town (#9) e Stray Cat Strut (#3), bem como o seu álbum sucessor Rant 'N Rave, que também inclui dois singles bem-sucedidos: (She's) Sexy + 17 (#5) e I Won't Stand in Your Way (#35).
Em meados dos anos 1980 esteve envolvido com uma banda liderada por Robert Plant, chamada The Honeydrippers.
Nos anos 1990, Setzer liderou um retorno para o Swing e as músicas de Big Bands, quando ele formou a The Brian Setzer Orchestra. A banda já lançou sete álbuns e dois DVDs ao vivo. O grupo tem alguns hits, dentre eles um de Louis Prima, Jump, Jive an' Wail, uma música inicialmente gravada para o álbum The Wildest!, de Louis Prima, em 1957.
Brian Setzer foi agraciado com o prêmio Orville H. Gibson Lifetime Achievement no Gibson Awards de 1999. Em 1999, os outros agraciados deste prestigioso prêmio foram B. B. King, Emmylou Harris, Vince Gill e John Fogerty. Henry Juszkiewicz, presidente e CEO dos instrumentos musicais Gibson, disse a Brian, na premiação de 1999: "Por seu rápido sucesso como um Stray Cat até sua nomeação para o Grammy e pelo triunfo multi-platina com a Brian Setzer Orchestra, Brian continua a demonstrar sua genialidade criativa como um dos maiores músicos americanos e exímio guitarrista. E por isso, nós o honramos com o Orville H. Gibson Lifetime Achievement"



Desde 2000, Brian ganhou 3 prêmios Grammy: Melhor Performance de Grupo Pop para Jump, Jive An' Wail, e dois de Melhor Performance Pop Instrumental por Sleepwalk e Caravan. Em Dezembro de 2006 ele recebeu sua 7ª nomeação para o Grammy por sua versão de My Favorite Things, novamente na categoria Melhor Performance Pop Instrumental.
Brian Setzer também gravou alguns álbuns-solo durante o hiato do Stray Cats nos anos 1980 junto com alguns nos anos 1990. Em 2001 ele lançou um álbum intitulado Ignition com a banda '68 Comeback Special. Um álbum tributo a gravadora Sun Records, intitulado Rockabilly Riot Vol. 1: A Tribute To Sun Records foi lançado em 26 de Julho de 2005, nos Estados Unidos. Seu último álbum em carreira solo, intitulado 13, foi lançado em Outubro de 2006.
Brian recentemente se mudou do sul da Califórnia para Minneapolis, no estado de Minnesota, com sua esposa Julie Setzer (Julie nee Reiten, quando solteira), a qual ele primeiramente encontrou em sua audição (e posterior contratação) como uma das backing vocals para a Brian Setzer Orchestra, em 2000. Eles se casaram em Palm Springs, Califórnia, no versão de 2005. Brian continua em turnê nos Estados Unidos e em outras localidades, em carreira solo, com os Cats e/ou com sua orquestra.
Brian também participou em um episódio de 2002 na popular série animada Os Simpsons. Ele dublou a si próprio como um tutor de um fictício acampamento de Rock 'N Roll.
Em 25 de Setembro de 2007 a Brian Setzer Orchestra lançou o álbum Wolfgang's Big Night Out que apresenta Setzer em peças clássicas, como a 5ª Sinfonia e Für Elise de Beethoven.
Brian também interpretou Eddie Cochran no filme biográfico da vida de Ritchie Valens, La Bamba.



quarta-feira, 11 de janeiro de 2012

LOST IN SPACE (Perdidos no espaço)

 
Perdidos no Espaço foi um seriado de televisão produzido entre 1965 e 1968, que contava as aventuras da família Robinson no espaço, a bordo da nave Júpiter 2, juntamente com o Robô B9 e o Dr. Zachary Smith (Jonathan Harris).

 HISTÓRIA

A história do seriado se passa no futuro. Em 16 de outubro de 1997, a espaçonave Júpiter 2 está em contagem regressiva para ser lançada ao espaço com a família Robinson, que tentará colonizar um planeta em Alfa Centauri, projeto que resolveria o problema da superpopulação da Terra.
Participavam também da expedição, além do Professor John Robinson, sua esposa Maureen Robinson, e seus filhos, Judy, Will e Penny, o Major Don West que era o piloto da nave Jupiter 2 (no episódio-piloto a nave chama-se Gemini 12 — alusão ao projeto Gemini, do programa espacial norte-americano).


Um espião estrangeiro infiltrado sabota a missão, levando-os a ficar perdidos no espaço. No entanto, este espião-sabotador acaba preso na nave com a família Robinson. Ele é o Doutor Zachary Smith.

EXIBIÇÃO NO BRASIL
No Brasil, a série estreou em 4 de dezembro de 1966, nas tardes de domingo da TV Record, então transmitida apenas para São Paulo, "coladinha" no programa Jovem Guarda.
Em 1970, Perdidos passou a ser exibida na Rede Globo, onde ficou até 1978, quando passou para a TV Tupi. Com a extinção da emissora, em 1980, os direitos foram adquiridos pela Rede Bandeirantes, que exibiu a série esporadicamente durante a década de 1980. Em 1988, a TV Gazeta, então com programação dirigida ao público jovem da época, com programas como TV Mix e Clip Trip, compra Perdidos e enfim - graças a protestos de fãs - volta a exibir a primeira temporada da série, produzida em preto e branco e ignorada pelas emissoras anteriores desde que as cores foram instituídas na televisão brasileira, em 1972.
Em 1990, a Rede Record é comprada pela Igreja Universal, que refaz toda a programação da emissora. Como tapa-buraco no horário da manhã, é exibida a faixa Manhã de Aventura, na qual eram exibidas várias séries clássicas, entre elas, Perdidos. Fato curioso é que a reapresentação da Record se iniciou precisamente no episódio seguinte ao último apresentado pela TV Gazeta no ano anterior.
Na televisão a cabo, foi ao ar nos canais Fox durante a década de 90 e FX entre 2003 e 2007

Ah!!... Bons Tempos






domingo, 8 de janeiro de 2012

PEGGY SUE Seu passado a espera (filme)

Sinopse

Mulher de 43 anos (Kathleen Turner) à beira do divórcio desmaia e volta no tempo (de 1985 para 1960) e vê, entre outras coisas, seu namorado com quem vai se casar e se separar 25 anos depois. Surge então uma questão: se ela vai se separar, deve se casar ou não? Nesta volta no tempo ela tem a oportunidade de transformar o curso da sua vida.


O filme retrata fielmente a juventude dos anos 60, Com as estupendas   interpretações de 
Kathleen Turner e Nicolas Cage. Um filme imperdível dos " Bons Tempos "

Assistam o trailer



quinta-feira, 5 de janeiro de 2012

THE CHORDETTES



The Chordettes é um quarteto de mulheres que fizeram sucesso na década de 50 com músicas populares e tradicionais. Comparadas as Andrews Sisters, foram tão famosas e queridas quanto elas. Em 1946 na cidade de Sheboygan, Wisconsin Janet Ertel, Carol Buschmann, Dorothy Schwartz e Jinny Osborn criaram as Chordettes. Iniciaram a carreira interpretando músicas populares (EUA) e tradicional.

Três anos após a formação do quarteto, as "meninas" ganharam um programa de rádio na Arthur Godfrey's Talent Scout; o que de certa forma ajudou no contrato com a Columbia Records e na divulgação de seus discos. Em 1954, ficaram mundialmente conhecidas pela canção Mr Sandman, uma regravação de Vaughn Monroe, vendendo cerca de um milhão de cópias e alcançando a 11ª posição no UK Single Chart. Menos de quatro anos depois, emplacaram um novo hit, dessa vez, Lollipop.

Com a regravação de vários sucessos, as Chordettes tinham um jeito peculiar de interpretar as canções transformando-as em hits, e muitas vezes, melhores que as originais. Porém, a aparição das meninas na American Bandstand não evitou a separação em 1961, as quais, apenas retornaram aos palcos juntas 29 anos depois. Renovadas, contaram com a participação de Nancy Overton, Lynn Evans, Jean Swain e Doris Alberti. Inseridas no Vocal Group Hall of Fame 2001, as amigas realizaram pequenos shows e algumas apresentações em programas de tv. Passaram pelas Chordettes: Janet Ertel, Carol Buschmann, Dorothy, Schwartz, Jinny Osborn, Jinny Osborn, Lynn Evans, Margie Needham, Nancy Overton e Doris Alberti.




Infelizmente, Janet Ertel faleceu em 1988, Jinny Osborn em 2003 e Nancy Overton em 2009. Pouco se sabe sobre a vida particular de cada uma delas, porém, felizmente, elas nos deixaram um acervo fantástico e até hoje, servem de inspiração para muitos músicos. 



segunda-feira, 2 de janeiro de 2012

SAM COOKE



Sam Cooke (22 de janeiro de 1931 – 11 de dezembro de 1964) foi um artista, cantor e empresário estado-unidense muito reconhecido e estimado. Hoje em dia, muitos o consideram o fundador da soul music

Sam Cooke começou sua carreira como cantor de música gospel e foi um dos responsáveis por pegar elementos desse gênero musical totalmente ligado à religiosidade, misturá-lo com rock e rhythm and blues e trazê-lo para a música popular. Ele foi criticado pelos artistas gospel mas acabou mostrando que tinha razão.


Entre outros sucessos, Sam Cooke escreveu e gravou Twistin' The Night Away, Have a Party, You Send Me e Bring It On Home To Me. A Change is Gonna Come, que foi lançada pouco após a sua morte, em 1964, virou hino do movimento pelos direitos civis nos Estados Unidos. Entre os artistas que se inspiraram nele figuram Rod Stewart e os Rolling Stones, além dos brasileiros Tim Maia, Cassiano e Sandra de Sá.

Chamado de The king of soul, o legado de Sam Cooke é vasto. Ele ganhou 29 dos 40 mais mais nos Estados Unidos entre 1957 e 1965. As peças "You Send Me", "Chain Gang", "Wonderful World" e "Bring It on Home to Me" são algumas das suas músicas mais amadas pelo público.




Cooke também foi um dos primeiros artistas negros da modernidade a tomar controle principal de suas finanças. Cooke participou no movimento pelos direitos civis dos Estados Unidos e, sobretudo, cantou unificando audiências das mais variadas origens com a sua voz atraente e singular.
Morreu baleado por Bertha Franklin na porta de um motel na cidade de Los Angeles. Franklin era gerente do estabelecimento e alegou legítima defesa. As circunstâncias da morte nunca foram completamente esclarecidas.