domingo, 27 de fevereiro de 2011

PAUL ANKA


PAUL ANKA
é um cantor e compositor canadense de origens síria. Tornou-se cidadão estadunidense em 1990.
Quando criança, Paul começou a cantar, primeiramente no coral da Igreja Ortodoxa Síria Santo Elias em sua cidade natal. Como estudante da Fisher Park High School de Ottawa, fez parte de um trio chamado Bobby Soxers.
Com catorze anos, gravou “I Confess”, encorajado pelos seus pais. Em 1957, Anka foi para Nova Iorque onde fez um teste para a ABC, cantando uma canção de amor que escrevera para uma babá, Diana Ayoub. A canção, “Diana”, trouxe um estrelato instantâneo a Paul. “Diana” é uma das mais vendidas da época na história da música (no Brasil também fez sucesso a versão em português cantada por Carlos Gonzaga). Ele seguiu com quatro músicas que chegaram às top 20 de 1958, fazendo-o o maior ídolo dos adolescentes da época. Ele fêz turnês no Reino Unido e depois, com Buddy Holly, na Austrália.

Seu talento foi além, escrevendo “It Doesn’t Matter Anymore”, um grande sucesso de Buddy Holly; o tema do Tonight Show de Johnny Carson (na época); o maior successo de Tom Jones, “She’s A Lady”; e My Way, cantado por Frank Sinatra.

Nos anos 60, Anka começou a atuar em filmes, assim como escrevendo músicas para eles, mais notávelmente o tema de The Longest Day. Então, ele se tornou um dos primeiros cantores de pop a se apresentar nos cassinos de Las Vegas.








Nenhum comentário:

Postar um comentário