domingo, 11 de fevereiro de 2018

GLORIA GAYNOR


Gloria Fowles (Newark, 7 de setembro de 1949), mais conhecida pelo seu nome artístico, Gloria Gaynor, é uma cantora estadunidense, mais conhecida por seus grandes sucessos da Era Disco, "Never can Say Goodbye" de 1974, "Let Me Know (I Have A Right)" de 1978, "I Am What I Am" de 1984 e, principalmente, "I Will Survive" de 1978.

Gloria Gaynor começou a cantar em um grupo chamado The Soul Satifiers na década de 1960. O grupo se apresentava em boates e assim Gloria foi descoberta e, logo foi levada para gravar seu primeiro single, "She'll Be Sorry/Let Me Go Baby", mas não obteve sucesso com sua primeira gravação, só mais tarde quando gravou "Honeybee" que Gloria Gaynor entrou nas paradas de sucesso e, com "Never Can Say Goodbye", ela ficou famosa no mundo inteiro.
"Never Can Say Goodbye" também passou a ser considerada a primeira gravação em Disco Music. Gloria Gaynor também foi a primeira artista a gravar versões "extended mix" das músicas e também a primeira a gravar o disco sem pausa.

Gloria Gaynor continuou a gravar até que em 1978 eis que surge aquele que até hoje é seu maior sucesso, "I Will Survive". A música visa o ponto de vista de uma mulher recém abandonada, dizendo ao ex companheiro que não precisa mais dele e já pode se virar sozinha. A música fez muito sucesso e em 1980 ganhou o primeiro e único Grammy de Melhor Gravação para Disco Music. "I will Survive" já foi regravada diversas vezes por diversos artistas. Uma de suas regravações mais populares é a feita pelo grupo Cake, nos anos 90.



Gloria Gaynor, continua gravando e em 2002, lançou o álbum I Wish You Love que foi muito bem sucedido, rendendo ainda mais prêmios para Gloria. Mais recentemente, Gloria Gaynor lançou os singles "Supernatural Love", "Last Night", "I Never Knew" e "Hacer por Hacer", que ela gravou com o cantor Miguel Bosé.

domingo, 4 de fevereiro de 2018

PETE DUNAWAY


Dunaway escreveu várias canções e temas instrumentais para telenovelas da Tupi e Globo, entre as quais Rosa dos Ventos, Bel-Ami, Os Inocentes e Cuca Legal. Compôs uma das primeiras canções-tema de abertura do Jornal Hoje, a revista vespertina da Rede Globo: Adam and Eve, de 1975. Sua marca registrada eram as baladas melodiosas, emolduradas por belos arranjos, com destaque para as cordas.

Foi diretor musical das gravadoras Som Livre e RGE-Fermata; tocou no grupo Memphis, de Marcos Maynard (Colt 45, Lee Jackson) e Dudu França. Gravou vários compactos e dois LPs pela Som Livre: Pete Dunaway (1974) e Fantastic Musical Land (1977). Em 1996, lançou pela Sky Blue Music o CD "The Best of The Music of Pete Dunaway and Memphis". É autor de inúmeros sucessos dos anos 70, entre os quais I'll be fine, Jet music, Helen, You're the reason, Don't let me cry, Tears of life, Heart to heart e Believe me darling. Fez parte dos chamados Brazilian singers, brasileiros que cantavam em inglês na década de 1970.
Esse movimento, incrustado entre a Tropicália e a explosão do pop-rock brasuca dos anos 80, revelou artistas como Morris Albert (Maurício Alberto Kaiserman), Terry Winter (Thomas William Standen), Michael Sullivan (Ivanilton de Souza Lima), Chrystian (João Pereira da Silva Neto), Don Elliot ou Ralff ou Little Robinson (Ralf Richardson Pereira da Silva), Mark Davis (Fábio Jr.), Paul Bryan (Sérgio Sá), Steve MacLean (Hélio Costa Manso) e Tony Stevens (Jessé). Dunaway também produziu e arranjou para, entre outros, Rita Lee (Fruto Proibido, de 1975) e o primeiro álbum de Guilherme Arantes (1976).


Dunaway fazia muito sucesso desde quando tocava em conjuntos de baile na capital paulista, na virada dos anos 70, notadamente no Círculo Militar e Clube Pinheiros. Nessa época, era conhecido como Otavinho. Entretanto, não seguiu carreira de cantor, apesar do registro vocal agudo, límpido e afinado e de seu talento ímpar como arranjador. Hoje trabalha com publicidade. Mas não deixou de compor. Em 2002, o grupo Twister incluiu No seu olhar, parceria de Dunaway com Ester Campos, no CD Mochila e Guitarra no Avião. Obviamente, uma balada.




domingo, 28 de janeiro de 2018

GILBERT O` SULLIVAN


Gilbert O'Sullivan (nome de batismo Raymond Edward O'Sullivan, 01 de dezembro de 1946, Waterford, no Condado de Waterford, na Irlanda) é um cantor e compositor irlandês, mais conhecido por seus hits início dos anos 1970 "Alone Again (naturalmente)", "Clair "e" Get Down ".

Seu pai trabalhava em um frigorífico de carnes, enquanto sua mãe tinha uma confeitaria. Quando tinha 7 de idade a família muda-se para Swindon, na Inglaterra, aonde nasce o seu interesse por música e por boxe amador. Musicalmente, ele começou com a guitarra e avançou para o piano. Seu objetivo era ser um designer gráfico e em setembro de 1963 foi aceito no Swindon Art College. Durante a estada no Art College, tocou bateria no seu primeiro grupo The Doodles e em seguida mudou para uma outra banda denominada de The Perfects.

Durante a faculdade conheceu Rick Davies, que mais tarde formaria o Supertramp. Ainda na faculdade, começou a compor músicas e enviou várias fitas demo, que sempre eram devolvidas fechadas. A primeira música que ele se lembra de ter composto foi "Ready Steady Miss". Depois que terminou a faculdade, mudou-se para Londres em 1967 para tentar promover sua carreira musical e trabalhava como vendedor na loja de departamentos C&A na Oxford Street, onde conheceu Mike Ward que também trabalhava na C&A e tinha um contrato com a CBS e Gilbert foi com ele um dia visitar os estúdios da gravadora e teve a oportunidade de demonstrar uma de suas fitas demo aos executivos da CBS.
Adotou o nome artístico "Gilbert O'Sullivan" e assinou um contrato de 5 anos com a CBS e em 1967 ele lançou um compacto duplo com as músicas "Disappear" e "You" e em 1968 um outro compacto duplo foi lançado com as músicas "You" e "What Can I Do". Mas sentia-se frustrado pois não podia participar da produção e arranjo musical de seus trabalhos. Durante o periodo de 1967 a 1969 ficou tentando decolar sua carreira musical,e teve a sua música "You" incluída em um disco do grupo The Tremeloes, chamou a atenção do DJ John Peel da BBC, que lhe deu uma vaga no seu programa de rádio Top Gear, mas foram chances que nada acrescentaram a sua carreira musical.


O'Sullivan passou então a procurar uma outra gravadora e um outro empresário, criou um estilo próprio batizado de "Bisto Kid" - terno de flanela cinza, boina, gravata menino de escola, meias e chuteiras de futebol americano. Enviou algumas fitas demo para Gordon Mills, um ex-cantor pop e um compositor de renome, que liderou com sucesso a carreira de Tom Jones e Engelbert Humperdinck. Gordon Mills reconheceu algo único no jovem irlandês e aceitou ser seu empresário e firmou um contrato de compositor com Sullivan. Além de produtor musical Gordon Mills tornou-se um grande amigo e uma espécie de irmão mais velho e através da gravadora MAM Records, fundada por ele, a música "Nothing Rhymed" atingiu o Top 10 da Inglaterra, tornando-se o seu primeiro grande sucesso. Em seguida vieram outros sucessos: "Himself" (1971), "Back To Front" (1972), "I'm A Writer Not A Fighter" (1973) and "A Stranger In My Own Back Yard" (1974).

Tanto "Clair" - composta em homenagem a filhinha de Gordon Mills - quanto "Get Down" atingiram o topo das paradas de músicas pop da Inglaterra, e em seguida "Alone Again (Naturally)" manteve-se durante 6 semanas consecutivas no topo das paradas nos EUA e vendeu 2 milhões de cópias no ano de 1972. O auge de sua carreira aconteceu entre 1972 e 1973 quando recebeu diversos prêmios como melhor cantor e compositor do ano, mas assim como ascendeu meteoricamente, sua carreira também sofreu um rápido declínio mas ele continua compondo e gravando profissionalmente e o seu último trabalho foi um disco chamado "Gilbertville" que foi lançado simultaneamente no Japão e na Europa no dia 31 de Janeiro de 2011.


A revista de música, Record Mirror, votou-lhe o No. 1 no Reino Unido cantor masculino de 1972.

domingo, 21 de janeiro de 2018

SAM THE SHAM & THE PHARAOHS


Domingo "Sam" Samudio (nascido em 28 de fevereiro de 1937, Dallas , Texas ), mais conhecido pelo seu nome artístico Sam the Sham , é um cantor de rock americano aposentado . Sam the Sham era conhecido por sua roupão de campo e turbante e transportando seu equipamento em um carro fúnebre Packard de 1952 com cortinas de veludo marrom. Como o lider dos faraós, ele cantou em vários hits do Top 40 em meados da década de 1960, especialmente do Billboard Hot 100 " Wooly Bully " .

Samudio, que é de origem mexicano-americana , fez sua estréia no segundo ano, representando sua escola em uma transmissão de rádio. Mais tarde, ele pegou violão e formou um grupo com amigos, um dos quais era Trini Lopez . Depois de se formar no ensino médio, Samudio se juntou à Marinha , onde era conhecido como "Big Sam". Ele viveu no Panamá por seis anos, até sua alta.

De volta aos Estados, Samudio se matriculou na faculdade, estudando voz no Arlington State College, agora a Universidade do Texas em Arlington .  "Eu estava estudando clássico durante o dia e tocando rock and roll à noite", lembrou. "Isso durou cerca de dois anos.

Em Dallas em 1961, Sam formou "The Pharaohs", o nome inspirado nos trajes no retrato de Yul Brynner como faraó no filme de 1956 The Ten Commandments . Os outros membros de "The Pharaohs" foram Carl Miedke, Russell Fowler, Omar "Big Man" Lopez e Vincent Lopez (sem relação com Omar). Em 1962, o grupo fez um recorde que não vendeu. Os faraós se dissolveram em 1962. 


Em maio de 1963, Vincent Lopez estava tocando para Andy e The Nightriders na Louisiana . Quando seu organista desistiu, Sam se juntou. Andy e The Nightriders foram Andy Anderson, David A. Martin , Vincent Lopez e Sam. The Nightriders tornou-se uma banda de casa no The Congo Club perto de Leesville, Louisiana . Foi aqui que Sam tirou o nome de Sam the Sham de uma piada sobre sua incapacidade de vocalista. 
Em junho de 1963, The Nightriders dirigiu-se para Memphis, Tennessee e tornou-se a banda da casa no The Diplomat. No final do verão de 1963, Andy Anderson e Vincent Lopez voltaram ao Texas. Sam e David A. Martin os substituíram por Jerry Patterson e Ray Stinnett e mudaram o nome para "Sam the Sham e The Pharaohs". Pouco depois, a banda adicionou o saxofonista Butch Gibson.

Depois de pagar para gravar e pressionar registros para vender em shows, Sam the Sham e os Faraós acabaram com a gravadora XL em Memphis. Lá, eles gravaram seu primeiro e maior sucesso, " Wooly Bully ", uma música sobre o gato de Sam no final de 1964.  Uma vez que a MGM pegou o recorde, "Wooly Bully" acabou vendendo 3 milhões de cópias e alcançando o número 2 em o Hot 100 em 5 de junho de 1965 em um momento em que as  músicas pop americanas foram dominadas pela Invasão britânica . Foi premiado com um disco de ouro . 
Embora "Wooly Bully" nunca tenha alcançado o # 1, ele demorou no Hot 100 por 18 semanas, a maioria das semanas para qualquer pessoa dentro do ano civil de 1965, 14 das quais estavam no Top 40 . Tornou-se o primeiro Billboard "Number One Record of the Year" a não ter superado um Wh 100 semanal e permaneceu o único por 35 anos até o " Breathe " da Faith Hill e " Hanging by a Momento " da Lifehouse em 2000 e 2001, respectivamente.

Em 1967, três meninas, Fran Curcio, Lorraine Gennaro e Jane Anderson, se juntaram como The Shamettes. O grupo viajou para a Ásia como Sam the Sham e The Pharaohs e The Shamettes. No final de 1967, após a Guerra dos Seis Dias entre Israel e o Egito, Sam mudou para Sam the Sham Revue . Em 1970, Samudio foi sozinho e emitiu um álbum atlântico chamado Sam, Hard e Heavy que ganhou o Grammy Award para Best Album Notes em 1972. O álbum apresentou Duane Allman no violão, Dixie Flyers e Memphis Horns. Ele formou uma nova banda em 1974. No final da década de 1970, ele trabalhou com o saxofonista de baríton Joe Sunseri e sua banda baseada em New Orleans. No início dos anos 1980, Sam trabalhava comRy Cooder e Freddy Fender na trilha sonora para o Jack Nicholson filme The Border .


Sam casou-se com Louise Smith em 28 de agosto de 1959 em Dallas, Texas. Eles tiveram um filho chamado Dimitrius Samudio, nascido em 28 de maio de 1963, em Dallas. Eles se divorciaram em 16 de maio de 1968, em Dallas.
Depois de deixar o negócio da música, Sam trabalhou no México como intérprete e como companheiro em pequenos barcos comerciais no Golfo do México. 
Sam tornou-se mais tarde um palestrante motivacional e poeta e ainda faz aparições de concertos ocasionais. Ele foi introduzido no Memphis Music Hall of Fame em 2016.




domingo, 14 de janeiro de 2018

KOLL & THE GANG


Kool & the Gang é um grupo americano de jazz, R&B, soul, funk e disco, originalmente formado em 1964 como os Jazziacs, baseados em Jersey City, Nova Jérsei. O grupo teve diversas fases musicais durante sua carreira, começando com um som jazz mais purista, então funk e R&B, progredindo para um pop-funk mais suave, e após 2000 criando uma música com um som mais moderno e electro-pop. Venderam mais de 70 milhões de álbuns em todo o mundo.


Formado em 1964 pelos irmãos Robert "Kool" Bell e Ronald Bell "Khalis Bayyan" que chamaram para completar a equipe mais cinco amigos do ensino médio, Ricky West, Dennis Thomas, Charles Smith, Robert "Spike" Mickens e Woody Sparrow, assim lançando o álbum de estreia denominado Kool & The Gang em 1969.
E com o passar do tempo foram deixando um pouco de lado o jazz, para assumir uma característica mais Funk e R&B. Até aí a banda já era muito conhecida, até que em 1973 lançam o disco Wild and Peaceful que trazia os sucessos Jungle Boogie, Funky Stuff e Hollywood Swinging.
E no ano seguinte, veio o álbum Light of Worlds, que vinha com o sucesso Summer Madness.
No ano de 1975, eles lançaram o disco Spirit Of The Boogie, e Ricky West deixa a banda. Chegou 1976. Eles lançam Open Sesame, que foi um sucesso, tanto que a faixa-título foi para a trilha sonora de "Os Embalos de Sábado a Noite".
E em 1978, eles querem um vocalista. E fizeram um teste com James "JT" Taylor e com Earl Toon Jr. , que foram aprovados. Chegou 1979, e eles lançam "Ladies Night" com Eumir Deodato na produção. E ano seguinte, eles lançam Celebration, outra vez com produção de Deodato.
Em 1983, Deodato sai. E em 1985, Ricky West, ex-integrante da banda, morre de uma doença incurável.
Ele chega quanto decide sair do grupo em 1986. Quando ele entrou, o Grupo Novo foi pro lado do Hip Hop. Só ficou em torno de 3 albuns e saiu em 1993 ele sai pra começar a carreira solo.

A banda continua com sucessos durante toda a década de 80, quando, em 1988, James deixa a banda para seguir carreira solo.
Em 1989, eles resolvem escolher três vocalistas, que são Odeen Mays Jr., Sennie "Skip" Martin e Shawn McQuiller, e lançam "Sweat", que não fez tanto sucesso.
Em 1992, eles lançam o CD "Unite", que também foi fraco em vendas.Até que em 1996 James finalmente volta ao K&TG, mas é somente para uma turnê do álbum "State of Affairs", do mesmo ano. E em 1999, Taylor encerra sua reunião com a banda.
Em 2000, eles voltam. E dessa vez é para valer.Com todos os integrantes que participaram da banda, (exceto Ricky West, Robert Mickens, Woody Sparrow, Eumir Deodato e James), eles gravam um DVD com os maiores sucessos da banda no House of Blues. Em junho de 2006, Charles Smith, o co-fundador do K&TG, morre. No ano seguinte, entra um novo vocalista, Jirmad Gordone eles lançam um novo CD, "Still Kool", recheado de sucessos.

domingo, 7 de janeiro de 2018

LIVERPOOL EXPRESS

Liverpool Express é uma banda de rock britânica dos anos 1970.

Eles são mais conhecidos por canções como "You Are My Love" (no Brasil, foi tema da novela Um Sol Maior de 1977) e "Every Man Must Have A Dream", além de vários hits nas paradas. Liverpool Express foi a primeira banda a fazer uma grande turnê na América do Sul.


O Liverpool Express, surgiu em 1975. Foi criado por Billy Kinsley em Liverpool e mais três amigos com quem jogava futebol. Curiosamente o país onde o Liverpool Express fez mais sucesso foi o Brasil. O auge da fama foi em 1977, quando estiveram por aqui fazendo shows. Ao desembarcarem, depararam-se com fãs estéricas, o que deixou seus integrantes surpresos. Pensaram que tivesse alguém famoso no mesmo vôo, e mal acreditaram ao perceberem que a gritaria era para eles. O Liverpool Express participou de turnês com Rod Stewart. Em 1978, foram convidados pelo príncipe Charles para fazer uma apresentação de gala. Ainda estão juntos até hoje, fazendo shows e gravando seus discos, para a alegria dos fãs.


sábado, 23 de dezembro de 2017

MENSAGEM DE FIM DE ANO






AH !!... BONS TEMPOS


" Fé e esperança são as luzes que devem iluminar nesta época de reflexão.

BOAS FESTAS !!  FELIZ 2018 !!